auravide auravide

Para que servem os sonhos?


Desde os tempos mais remotos a questão dos sonhos vem intrigando a humanidade.

Sonhos podem ser vistos como uma versão da realidade num universo paralelo ao nosso. Neste local, um aspecto nosso que podemos chamar de “eu onírico”, vivencia realidades com simbolismos bastante distintos das experiências de quando estamos acordados.
Questões das nossas realidades objetivas são compreendidas por nós do mesmo modo que os nossos eus oníricos compreendem o que ocorre nos sonhos. Por exemplo, num sonho não há questionamento algum sobre coisas que seriam impossíveis de acontecer deste lado, muitos sonham que estão voando, fazendo sexo em público, falando com pessoas que já faleceram ou que se quer conheceram e no universo dos sonhos tudo vai ocorrendo deste modo. Quando acordamos, não poucas vezes ficamos estarrecidos com algumas das vivências, e muitas vezes podemos ficar intrigados. Não poucas vezes em que deixamos de lado um sonho, o sentimento que tivemos dele ou mesmo as imagens voltam a nos impactar ao longo dos dias. Por que será?

Porque igualmente aos sonhos, as nossas vidas são repletas de situações simbólicas que também fazem parte de questões emocionais embutidas. As sensações residuais que ficam dos sonhos e que por vezes se perpetuam dias a fio são outras versões de alguns dos nossos temas que nossos cérebros estão tentando resolver por intermédio dos sonhos. A ideia é que a todo tempo, os nossos psiquismos ou algo maior que nós está se esforçando para sair de situações de looping para que possamos ver e sermos além do estado em que estamos no momento. Portanto, os sonhos nunca podem ser levados ao pé da letra porque são produzidos no território onírico do cérebro onde as imagens aparecem mediante um simbolismo próprio muitas vezes não compreendido na íntegra. Pessoas desavisadas podem confundir essas vivências como algo premonitório quando são representações de variáveis emocionais do psiquismo na tentativa de se autorresolver.

Os pesadelos, por sua vez, fazem parte de situações emocionais de difícil solução quando estamos em estado de vigília, representam nossos medos e desejos escondidos. Na maioria das vezes, pesadelos quando surgem deixam as pessoas assustadas ou angustiadas porque elas mesmas se quer tem consciência de que muitos são medos que obscuros que ficam escondidos nos porões da consciência. Questões traumáticas mal resolvidas como diversos tipos de abuso, por exemplo, podem sequencialmente ser reveladas em formato de pesadelos durante grande parte da vida das vítimas até que possam ser devidamente reprocessadas contando quando necessário com terapias de reprocessamento cerebral como EMDR e Brainspotting que reproduzem a fase REM do sono de modo monitorado para que a solução dos conflitos e perturbações possam acontecer de modo eficiente.

Temos cerca de seis ciclos REM por noite e é nesse período de tempo que os sonhos acontecem
Por conta de crenças pessoais sobre a validade dos sonhos e às vezes pela dificuldade de receber informações do mundo interior, muitos especializam-se em somente em viver as experiências da realidade objetiva imaginando que não sonham, engano, apenas não acessam o conteúdo dos mesmos.
Sonhos podem ser vistos como portais de comunicação de nós para nós mesmos. Nem sempre estamos habilitados a nos darmos tempo para que este espaço ocorra. Com treino, se logo ao acordarmos este tipo de espaço for instalado, as informações de contato com as vivencias começam a surgir de modo espontâneo, cada vez mais preciso e eficiente.

Quanto mais despertos, melhor!


estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 35




silvia
Silvia Malamud é colaboradora do Site desde 2000. Psicóloga Clínica, Terapias Breves, Terapeuta Certificada em EMDR pelo EMDR Institute/EUA e Terapeuta em Brainspotting – David Grand PhD/EUA.
Terapia de Abordagem direta a memórias do inconsciente.
Tel. (11) 99938.3142 - deixar recado.
Autora dos Livros: Sequestradores de almas - Guia de Sobrevivência e Projeto Secreto Universos

Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa