Home > Psicologia

Vitimas de incesto emocional - Parte 2

por Silvia Malamud

Vitimas de incesto emocional - Parte 2

Descubra se você foi vítima de incesto emociona e saiba como não perpetuar esse padrão

Ao contrário do que se pode imaginar, incesto emocional não é propriamente uma situação relacionada à sexualidade, porém, até pode ter implicações no desenvolvimento dessa área, podendo afetar a todos os envolvidos nessa trama.
Incesto emocional é uma maneira disfuncional de amar que ocorre em muitas famílias quando, por exemplo, um pai exacerba o seu relacionamento com a filha de tal modo, que ela passa a funcionar como se fosse sua esposa. Isso pode ocorrer na falta efetiva da mãe no ambiente familiar, mas não só, em muitas famílias, o genitor pode escolher a sua criança de ouro projetando nela a sua mulher ideal. Do mesmo modo que em outras situações, existe espaço para que filho homem substitua o lugar do pai exercendo as suas funções de autoridade, ditando regras a serem seguidas e por aí vai.

Esse tipo de comportamento afeta filhos de ambos os sexos sendo que um dos temas mais discutidos para que este funcionamento ocorra é a falta de limites dado por ambos os pais, a desconexão do casal em si, a desconexão para com os filhos e uma vida automatizada mais voltada para fora do que para dentro. Dentro desse viés, muitos pais acabam sendo permissivos demais, permitindo que os filhos durmam entre o casal, muito além da medida e num contexto que muitas vezes ativa ainda mais a desconexão da dupla promovendo outros tipos de conexões psicológicas não saudáveis.

Em outras situações, quando ocorre um divórcio, pela dificuldade de lidar com a família fragmentada, alguns genitores buscam refazer o imaginário da família ideal readaptando um filho para função de marido, pai ou esposa, mãe.

Quanto menor a idade, mais facilmente o mecanismo da síndrome do incesto emocional será instalada. Em determinados casos, um dos pais projeta em num filho a expectativa de que ele possa ser o marido ou a esposa perfeita que não tiveram. O problema a ser visto é que crianças e adolescentes tem têm necessidades emocionais relacionadas às suas idades e o peso destas demandas costumam ter consequências devastadoras na futura vida emocional e afetiva destes filhos. E mesmo quando ainda são adolescentes, não poucas vezes recebo em meu consultório jovens em estados depressivos severos, com perda de interesse pela vida, pelos estudos e por tudo o que poderiam auxilia-los em seus rumos de vida adulta independente. Perdem a esperança de serem eles mesmos pela árdua missão que têm de substituir os pais.

Outra forma de incesto emocional ocorre também quando invasivamente pais entram e saem da intimidade física dos filhos exercendo seu poder de autoridade sobre eles, não respeitando seus momentos necessários de privacidade, por exemplo, entrando e saindo quando bem quiserem de seus quartos e banheiros. Ainda exercendo seu suposto poder de autoridade, mesmo quando os filhos já estão na adolescência, os envolvem com carícias, permitindo e os convidando para dormirem juntos, tudo isso sem o sexo propriamente dito. Ações que podem confundir filhos numa incômoda dúvida secreta, aterrorizante e impensável sobre a intencionalidade dos próprios pais e de si mesmos.

Muitos filhos, por conta de uma lealdade familiar, não ousam contar a si mesmos o que está ocorrendo e com isso vão se desenvolvendo mediante aos danos emocionais provocados por esta forma de abuso, outros despertam percebendo que existe algo de muito errado nessas relações e tentam arduamente clamar pela legitimidade da própria identidade. Em alguns casos, diante dos questionamentos e das tentativas de imporem limites, vários desses pais manipulam a situação inserindo culpas, acusando os filhos de ingratos e rejeitadores do amor por eles oferecido. E como uma das funções dos pais é a de construir nos filhos o principio da realidade objetiva, o discernimento sobre o que é certo e sobre o que é errado fica bastante confuso, ainda que a verdade dos fatos seja uma evidencia. Fazer um processo terapêutico competente nessas ocasiões faz toda a diferença para que o resgate de recursos internos e a lucidez sejam ativados.
Quanto mais despertos, melhor!

Parte 1




Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   



Silvia Malamud é colaboradora do Site desde 2000. Psicóloga Clínica, Terapias Breves, Terapeuta Certificada em EMDR pelo EMDR Institute/EUA e Terapeuta em Brainspotting - David Grand PhD/EUA.
Terapia de Abordagem direta a memórias do inconsciente.
Tel. (11) 99938.3142 - deixar recado.
Autora dos Livros: Sequestradores de almas - Guia de Sobrevivência e Projeto Secreto Universos
Visite seu Site
Email: malamud.silvia@gmail.com
Visite o Site do Autor
Publicado em: 03/11/2018 08:36:31

Veja também
Luz nos pés - Mente livre
Qual o significado dos 40 dias da Quaresma?
Um Novo Horizonte
O que está por trás de nossas expectativas?
A releitura da nossa infância sob a ótica reencarnacionista
Estar no mundo sem ser do mundo


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
quarta-feira, 20 de março de 2019

energia
I-Ching: 08 – PI – MANTER-SE UNIDO
Momento favorável à solidariedade. O isolamento enfraquece, a união faz a força. Colabore.


energia
Runas: Jera
Desfechos benéficos e resultados tangíveis para hoje.


20
Numerologia: Cooperação
O dia pede calma e tranqüilidade. Trabalhe em cooperação com os outros. Nada de agitação uma posição de quietude será benéfica hoje. Inspire outros a atingirem seu potencial máximo. Tenha cumplicidade.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Você conhece algum pisciano? Então conhece todos os signos do zodíaco!
2. Entrelaçamento quântico da alma
3. Talvez você não consiga ter um relacionamento...
4. Vale a pena aguardar o aniversário para fazer a Revolução Solar?
5. Tá na cara - Parte 2
6. EMDR - A Cura Emocional do séc. XXI
7. Na força das águas do espírito...
8. Perigos na hora de se separar de um relacionamento abusivo

 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa