Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Uma mensagem Psicoterápica-Espiritual aos Adultos

Uma mensagem Psicoterápica-Espiritual aos Adultos Publicado dia 7/8/2005 12:28:13 PM em Vidas Passadas

Compartilhe

   

A maior parte dos meus pacientes é constituída de adultos, pessoas que já estão com uma família formada, uma profissão e outras características sociais dessa faixa etária. Grande parte deles está frustrada e refere uma insatisfação, um descontentamento, que é projetado no casamento, na sua atividade profissional, ou algumas vezes, não conseguem entender o que lhes está incomodando, apenas sentem que não estão satisfeitos.

O que observo, quase como regra geral, mesmo nos reencarnacionistas, é que não estão realmente direcionados para a principal finalidade da encarnação - a evolução espiritual - e sim para atividades terrenas, corriqueiras, cotidianas, num viver meio às tontas, sem um rumo definido, sem um sentido existencial. Muitas pessoas vão vivendo, acordam de manhã, vivem os dias, as noites, comem, trabalham, divertem-se, dormem, amam, correm, lutam, vão sobrevivendo, a vida vai passando, sem um planejamento coerente com um propósito maior, pois os seus sonhos e ideais, geralmente, não estão conectados com os anseios superiores do seu Espírito. O resultado dessa desconexão com o Eu Superior, são vidas terrenas às tontas, com sucessos e fracassos terrenos, com vitórias e derrotas terrenas, sem a participação efetiva do seu Orientador Interno, do seu Eu divino, que saberia lhes guiar pelas armadilhas e pelos labirintos da encarnação.

Mas como acessar esse Guia Interior, se a maior parte das pessoas acredita que ele está fora de si, nos Centros, nas Igrejas, nos cultos, nos livros, no "céu"? As crianças, que estão recém chegando, já vão sendo desviadas do caminho; os adolescentes lutam para reencontrar esse caminho, freqüentemente sem sucesso, pois lhes fizeram esquecer dele; e os adultos, que poderiam já estar lá na frente, trilhando-o vitoriosamente, comumente estão muito ocupados, correndo para lá e para cá, sem saber exatamente para onde, e não têm tempo para isso. Pergunte a um adulto para o que está vivendo e você receberá muitas respostas, mas nunca a resposta correta: Estou vivendo para a evolução do meu Espírito!
E o que é viver para a evolução do Espírito? Os adultos que leram até aqui, já sabem a resposta: melhorarem suas características negativas congênitas de personalidade, harmonizarem-se com Espíritos conflitantes (que geralmente estão por perto...) e trabalharem para ajudar os outros. Você que me lê nesse momento, está fazendo isso? O seu dia-a-dia é uma Escola onde está sendo aprovado com louvor? Em suas auto-avaliações, está cada vez melhor, mais puro, mais evoluído, mais próximo do nível dos Mestres Espirituais? O seu corpo físico está funcionando bem, sem gastrite, sem rinite, sem asma, sem reumatismo, sem câncer? Não está dormindo demais, vendo televisão demais, divertindo-se demais, perdendo tempo demais? Não fuma? Não bebe?
O nosso Espírito desce para cá para limpar-se e não para poluir-se. É correto, então, nos intoxicarmos com pensamentos poluentes, com sentimentos poluentes, com álcool, com nicotina, com drogas? Aquela "casca" que nasceu cheia de esperanças, esperava que aos 40, 50, 60 anos estaria quase que aos pedaços, barriguda, flácida, neurótica, doente? Foi para isso que foi feita? O nosso Espírito esperou um tempo, lá no Astral, o momento de voltar para cá, para poder evoluir, para poder crescer, e é justo a sua "casca" realizar um trabalho oposto, perdendo-se na preguiça, no passatempo, no materialismo, no egoísmo, na tristeza, na raiva?

A nossa encarnação deve ser analisada como um todo, desde o dia em que voltamos para cá até o dia da volta, e então devemos ter em mente quanto tempo nos resta, para realizar o trabalho que nosso Espírito espera de nós. Graças à evolução da Medicina, o ser humano está desencarnando cada vez mais tarde e isso vai ampliar-se ainda mais. Calculando uma idade média de desencarne aos 80 anos, quem tem, por exemplo, 50 anos, tem ainda uns 11.000 dias para fazer seu Espírito evoluir a cada dia, o que é tempo de sobra. Quem tem 60 anos, ainda tem uns 7.000 dias para isso, não é bastante tempo? Quem tem 70 anos, tem uns 3.600 dias, com certeza é tempo suficiente. Quem já chegou nos 80, vá em frente, vá evoluindo cada vez mais, pois o verdadeiro reencarnacionista olha sempre para a frente, rumo ao infinito, rumo à Perfeição. Só devemos olhar para trás para aprender com nossos erros e tratar de corrigi-los, nunca nos prendermos lá atrás.

A maneira reencarnacionista de enxergar uma encarnação é olhar-se de cima e não horizontalmente. Por exemplo, se uma pessoa está com 40 anos (o que quer dizer que sua “casca” atual está com 40 anos), se olhar de maneira horizontal, pode dizer: “Já estou com 40 anos!”; e concluir que está ficando velho(a), que o tempo passou, que o que não fez não dá mais para fazer, não dá mais tempo, etc. Se olhar de cima, pode dizer: “Estou reencarnado há 40 anos, estou chegando na metade, ainda tenho mais toda a metade dessa encarnação para evoluir espiritualmente!”, e perceber, então, que o que veio para fazer, mudar, melhorar, em si, ainda dá tempo.
Aos pacientes adultos que estão descontentes e pensam em mudar de profissão, de atividade, eu digo que devem mudar se entenderem, após examinar bem, que realmente não estão no caminho certo. Sempre é hora de mudar para melhor, corrigir o rumo, retificar o caminho, e então uma mudança sempre é bem vinda, desde que preencha os requisitos da evolução espiritual. Mas o mais importante não é em que trabalhamos e, sim, como trabalhamos. O mais importante não é o que somos e, sim, quem somos. Os rótulos, os títulos, os diplomas, ficarão aqui esquecidos quando partirmos, pois apenas o nosso Espírito empreenderá a viagem de volta, sem nada material acoplado a ele, e se sentirá realizado ou frustrado, agradecido à sua descartada "casca", ou não.
Além do trabalho interno de evolução, de purificação, os adultos devem conscientizar-se do compromisso que têm com seus filhos, no sentido de mostrar-lhes o caminho certo, a linha reta, a responsabilidade com seus atos, com suas palavras. Os pais, e os demais adultos, devem servir como um farol, orientando essas naus que vagam pelos mares revoltos e enganosos da nossa sociedade materialista, fútil, apelativa, procurando, com muito amor, com muita luz, encaminhá-las a um porto seguro, com a segurança da orientação superior, com a guarnição do Amor Divino.


por Mauro Kwitko

Consulte agora
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

         

Sobre o autor
Mauro Kwitko é médico auto-licenciado do Conselho de Medicina para poder dedicar-se livremente ao seu trabalho como psicoterapeuta reencarnacionista. Em 1996, começou a elaborar e divulgar a Psicoterapia Reencarnacionista. É fundador e presidente da ABPR. Ministra Cursos de Formação em Psicoterapia Reencarnacionista e Regressão Terapêutica há muitos anos, tendo formado centenas de psicoterapeutas reencarnacionistas.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
31 - HSIEN - A INFLUÊNCIA
Momento de harmonia em que todas as forças do Universo participam do mesmo impulso de atração.
Consulte o I-ching

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa