Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Somos Todos Um Kids - Raiva de Filho

 Somos Todos Um Kids - Raiva de Filho
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


O Amor é a melhor pedagogia, mas convém que os pais aprendam um pouco sobre o comportamento das suas crianças e dos seus adolescentes, para errarem menos. Acontece frequentemente que, por inúmeras razões e motivos, um rapaz ou uma moça acabem sentindo raiva descontrolada dos pais.
Pode ser egoísmo de filho que não conseguiu o que queria, mas pode ser também erro de pais que escolheram o confronto e a crítica exagerada.
São Paulo já pedia aos pais que não provocassem a ira dos filhos. “Pais não irritem seus filhos para que não fiquem desanimados”(Cl 3,21).
Há pais que machucam seus filhos. Na maioria das vezes, com palavras e desconfianças.
Quando começam as lágrimas, as chantagens, os palavrões, as caras feias, os desafios, o corpo mole, as desobediências insistentes, a teimosia, a indiferença pode ter certeza: alguém não conseguiu do seu jeito e resolveu partir para o confronto. Se seu filho vencer, ele será o perdedor; e se você vencer pela força, também perderá.
Às vezes, o egoísmo é tanto que nenhum dos lados percebe que foi longe demais. Procure orar porque Deus inspira as respostas certas.
A uma mãe que falava pelos cotovelos e gostava de posar de mártir com o filho, de 21 anos, respondi que talvez o ganhasse se trancasse a boca por seis meses e se limitasse a cumprimentá-lo, sem mais perguntas ou conversa. Ele estava saturado da voz dela. Como toda mãe que quer acertar ela se controlou e fez o que pedi. Dois meses depois seu filho tomou a iniciativa de pedir desculpas e dizer que agora estava melhor. Que ela por favor não lhe desse mais ordens. Ele obedeceria, sem ela mandar. Afinal, ele queria ver a màe feliz. Respeitaria mais e a mãe falaria menos.
Hoje são amigos e conversam. Foi preciso a mãe falar menos para que o filho retomasse o respeito. Cada caso é um caso... Mas uma coisa é certa: filho com raiva pode até ser um filho egoísta, porém algum excesso houve. É questão de corrigir. Afinal, o coração dos pais é bonito, mas não é perfeito!

Pe. Zezinho - escitor, compositor, cantor e dedica-se à pastoral da Comunicação.

Aproveite e conheça o interativo do Perdão...

Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa