Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

A AROMATERAPIA NA DEPRESSÃO III

A AROMATERAPIA NA DEPRESSÃO III
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp




A maioria das pessoas hoje está ciente que a Aromaterapia é pratica de saúde, também, e não apenas perfumaria. Eu, pessoalmente, considero perfumes algo muito terapêutico, capaz de fazer alguém reviver situações maravilhosas ou mesmo traumáticas, infelizmente.

Os antigos sacerdotes egípcios queimavam betume para reconhecer em seus pacientes predisposição para epilepsia. Eram mestres dos perfumes e queimavam mirra ao meio dia, quando o ar tornava-se mais denso devido aos vapores da terra. Foram os responsáveis pela criação da destilação da resina do Cedro do vinho. No Cristianismo vemos outra vez a importância dos aromas com os Magos presenteando menino Jesus com incenso e mirra.

O OPIO, na Europa, ainda hoje é tido pelos psiquiatras como o mais poderoso antídoto para as dores da separação e do luto. "Vício" mostrado frequentemente em filmes Épicos, vividos por Cleópatra, mestre de banhos aromáticos, Beethoven, entre outros imortais históricos...

Porém, derivados do OPIO podem facilmente viciar, pois os receptores cerebrais tornam-se insensíveis a ele e a dose deve ser eternamente aumentada. "Outra faceta é o fato que ele também, assim como antidepressivos utilizados tradicionalmente, fazem os prazeres da vida perderem sua potência - incluindo o sexo, prazer que é geralmente reduzido a zero por dependentes de drogas (David Servan / CURAR 2004)"

Resolvida a tentar uma outra linha de ataque contra este mal que acomete meio mundo, ou talvez mais, enveredei pelo mundo de muitos psiquiatras de renome internacional, os quais estão envolvidos em estudos mais variados do que aqui no Brasil. Sem dúvida, David Servan-Schreiber foi quem mais me influenciou e direcionou meus estudos e atuação. Com ele aprendi a poder dizer com firmeza: DEPRESSÃO TEM CURA. Também com ele alcancei a tão sonhada cura e posso hoje, ajudar outros e também reconhecer sinais que meu corpo emite de que uma rebordosa pode estar a caminho, a tempo de rever onde estou falhando.

Falhamos o tempo todo, não por masoquismo, mas porque as melhoras são tão bem vindas, que preferimos encará-las como cura, e não períodos.

3 dicas para começar, nada miraculoso, mas possível:

1. Exercícios Físicos 3 Xs por semana, com objetivo de chegar a 5 Xs por semana. A corrida tem mostrado ser a mais versátil forma de alcançar o prazer, porem, nem todos nasceram para correr. As famosas aulas de bike, onde o grupo pedala vertiginosamente ao ritmo de musicas estimulante, parece ser muito eficaz também. Mesmo a antiga caminhada serve inicialmente, mas esta comprovado que quanto mais intenso o nível de depressão, mais intensa deve ser a atividade, porém, a boa notícia: estudos provam que não faz muita diferença o tipo de atividade, como se pensava, aeróbica ou não, ela é eficaz contra a depressão se praticada frequentemente. Então, chego a conclusão que: caminhar por meia hora/dia educa o corpo ao prazer que e proporcionado pela liberação de substâncias prazerosas emitidas pelo próprio organismo após 20min de exercícios. Mas correr é melhor que caminhar, é viciante, vamos futuramente falar do tal "BARATO DO CORREDOR", mencionado por todos com quem conversei. A musculação também serve neste sentido, apesar de não agregar em termos de incrementação cardíaca. Não sendo este o objetivo neste caso e sim satisfação e prazer, para que a pessoa, vendo os próprios problemas com olhos menos sofridos, possa sair deste "buraco" e respirar fundo, travando a importante batalha da busca da felicidade interior, vamos aos pesos...

2. Inalação:

Hortelã Pimenta: clareza mental, alívio de sensação de nebulosidade mental.

Lavanda Francesa: tranqüilidade que associada a Hortelã, promove um bem estar geral.

Alecrim da Horta QT1: contra indicado a hipertensos e grávidas (temos o QT3 que pode ser usado, verifiquem) Famosas "óleo da memória", ativa a memória, tão danificada em processos depressivos.

OBS-óleo essencial puro, cuidado com sintéticos, escreva-me se interessar este aspecto, e forneço lista de melhores marcas.

*A inalação deve ser feita colocando duas gotas de cada óleo em 5 ml de soro fisiológico no nebulizador, inalar por um período de 20min 3 vezes ao dia.

* Na falta de nebulizador, pingar uma gota de cada óleo em lencinho e manter próximo (não encoste que queima) ao nariz, respirar normalmente por 20 min, 3 vezes ao dia.

3. Ingestão de OMEGA 3: muitos pacientes saem hoje do consultório de seus médicos com receitas que indicam Óleo de Linhaça ou Peixe.

Porém, para alcançar nosso fim, estudos realizados por todo o UK em hospitais de renome inquestionável, indicam que:

- Óleo de Peixe com nível de EAP superior ao nível de DHA (dois ácidos presentes no óleo) são os que realmente surtem efeito na depressão, tendo seu sucesso sido comparado ao do Zoloft, o antidepressivo da vez.
OBS: há de verificar se a dieta diária do indivíduo não é muito rica neste composto, sendo assim, indicado uso da linhaça. - peixes de águas frias profundas, salmão, sardinhas, atum...

Queridas/os, nos próximos artigos colocarei estes estudos em detalhes, pois acredito que o conhecimento leva ao sucesso. Cuidem-se, não desprezem os exames, as consultas os avisos e cuidados médicos, tendo sempre em mente que vocês sabem da sua dor, mais ninguém, não se entreguem, lutem por dias melhores, eles virão, com certeza.

Até mais....

KRIKA

Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa