auravide auravide

A ESSÊNCIA DA ALMA

Facebook   E-mail   Whatsapp

Quem em algum momento da vida não sentiu um imenso vazio, que parecia paralisar suas forças? Sim, muitos já passaram por essa sensação. Parece que tudo o que já vivemos foi em vão e que as nossas conquistas não foram importantes.

Ficamos com a impressão de que estamos perdendo tempo e deixando a vida passar pelos nossos olhos. Nos sentimos como verdadeiras máquinas a repetir os mesmos movimentos, caímos na rotina que sufoca.

Nossos dias são sempre iguais, ou melhor, a cada manhã parece que estamos mais cansados, muitas vezes a cama é mais convidativa...
Reclamamos de tudo, em casa sempre há algo nos incomodando, o ambiente de trabalho está carregado de “energias negativas” que bloqueiam nossas forças, o salário nunca dá para quitar as dívidas, na sessão da tarde sempre os mesmos filmes, as intrigas estão em cada esquina, nossos sonhos estão mofando em alguma gaveta e aquele programa que queríamos fazer?
Ih, sem a menor chance.

Diante de tudo isso, o que fazemos? Ou colocamos a culpa no mundo, vendo só injustiças, invejando a alegria alheia e nos tornando seres rancorosos e pessimistas ou podemos nos isolar e ao invés de gritar tentamos a todo custo sufocar a nossa angústia, não entrar em contato com o que está nos incomodando.

Assim tornamo-nos depressivos e sem ânimo para lutar: Tudo bem, não somos capazes de nos modificar...
Em ambos os casos, ficamos à espera de uma fórmula mágica que nos arranque dessa melancolia. É como se a qualquer momento uma pessoa fosse surgir e passar a nos orientar como um verdadeiro guru.
Nos sentimos carentes, desprotegidos e queremos que alguém nos pegue no colo, nos conforte e nos proteja de todas as dores.

Porém, por mais que tentemos disfarçar a verdade é única: estamos sozinhos!
Podemos estar cercados de amigos, mas mesmo assim, seremos os únicos responsáveis pela nossa vida. Quando a música parar de tocar e as luzes forem acessas restará apenas a nossa realidade. Podemos até fugir, mas ela sempre estará lá ao nosso lado.
E é nesse momento que a maioria se aflige, afinal o que fazer quando nos damos conta da realidade?
O problema é que as pessoas perdem tanto tempo com coisas supérfluas que se esquecem de cuidar do lado espiritual. Se esquecem de cultivar a esperança, de dar atenção aos seus anseios mais íntimos.

Não, trocar de carro é mais importante.
Compreender o meu “eu”? Agora não dá, preciso me arrumar para a balada...
Ficar meditando? Sem tempo, preciso ir ver aquela roupa...
Melhorar a qualidade da minha vida? Prefiro aumentar a quantidade de caras que já beijei...

Reconhecer as minhas fraquezas? Deixa eu ligar para alguém e combinar algum programa...
E aí vamos, continuando a levar uma falsa vida. Nos comprometendo que iremos mudar, sabemos que temos que mudar, mas isso pode ficar para amanhã, depois, depois e mais depois.
E a angústia cresce. Ela pode até ficar adormecida por um tempo, mas a qualquer momento ressurge e demonstra sua força.
Muitas vezes, podemos até não saber como lidar com a situação, talvez não nos sintamos capazes de vencer e isso explica porque tanto procuramos a solução do lado de fora.
Nunca a acharemos, podemos até nos iludir com algum “pacote promocional”, mas no momento seguinte veremos que o “produto” era de péssima qualidade.

A solução que almejamos está dentro do nosso coração, basta nos voltarmos para o nosso interior e vermos a verdadeira essência da nossa alma.

Basta nos libertarmos do “Ter” e reconhecer o “Ser”
É lógico que isso não é fácil, quem falou que seria?
Naturalmente iremos sentir medo, insegurança, tentaremos mudar o pensamento e conservar a nossa rotina. Só que se persistirmos iremos conhecer um sentimento maravilhoso: a paz de espírito.
E para esse sentimento não há fórmulas a serem desenvolvidas, ele se constrói a cada dia. Em alguns momentos estaremos confiantes e com um sorriso no rosto e em outros o choro irá demostrar toda a nossa fragilidade.

Mas o importante é sabermos, que mesmo diante das maiores dificuldades, somos capazes de transformar nossa vida. De que o ambiente ao nosso redor apenas reflete o nosso mundo interno.

Que em nosso íntimo está guardado todas as qualidades que só enxergamos no outro.
Que o caminho a ser percorrido é longo e cheio de curvas, porém a luz que irá iluminar o nosso percurso está dentro de nós.
Por isso, não espere por resposta, seja a sua resposta.
Ouse lutar contra os seus receios.
Ouse se libertar das amarras que lhe sufocam.
Ouse encarar a angústia e descobrir que ela jamais poderá lhe derrotar.
Ouse preencher o vazio que tanto lhe incomoda.
Descubra que você pode se tornar um ser Iluminado. Afinal, especial você já é, só falta acender a sua luz interna. Não espere para acendê-la só mais tarde.
Faça isso agora e verá como o seu amanhã será melhor.
Seja a sua verdadeira essência!

Sônia Carvalho
soniaccarvalho@hotmail.com


Aproveite e faça um exercício para sua Alma...

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa