Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

A Irritabilidade

A Irritabilidade
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


UMA GRANDE INIMIGA DO BEM VIVER

A irritabilidade pode ser uma grande inimiga do bem viver. Há dois tipos de irritabilidade: uma delas nasce no físico, isto é, provém de algum tipo de desconforto físico; a outra é fruto da combinação de uma série de fatores.

O primeiro tipo de irritabilidade pode advir do cansaço excessivo, de um alimento mal digerido, de uma dor corporal, de uma queda energética sem causa aparente, de um desequilíbrio hormonal, da famosa TPM, enfim, de qualquer causa orgânica.

Ao percebermos esse tipo de irritabilidade, é importante procurarmos, imediatamente, uma solução no sentido de eliminar sua causa, pois assim, estaremos nos livrando de uma indisposição que só pode prejudicar-nos.

Já o outro tipo de irritabilidade é muito mais sério e mais sutil que o primeiro. Os fatores que provocam esse segundo tipo de irritabilidade vão desde opiniões e conceitos contrariados até atitudes tensas em relação à própria sexualidade. Também englobam nossas atitudes de intolerância em relação aos outros, e os conflitos oriundos de diferentes pontos de vista quanto às questões de ordem política, religiosa ou étnica. Existem, enfim, uma série de fatores que terminam por concentrar-se em nosso emocional, tornando-nos irritáveis, antipáticos e pouco amigáveis.

É interessante observarmos que as pessoas irritáveis dificilmente se percebem como tal, pois procuram proteger-se. Não querem ver com clareza seu humor desagradável e, por isso, se escondem atrás de justificativas tais como "eu tenho razão, os outros estão errados", ou "ninguém me compreende", ou ainda "sou o único a fazer as coisas de forma correta", e uma centena de outras.

Mas justificar-se não resolve o problema, pois não torna a pessoa irritadiça mais simpática, agradável ou benquista.

A verdadeira solução para a irritabilidade está em darmos alguns passos concretos como:

1º - Admitirmos que nosso estado emocional não seja dos mais agradáveis. Esta etapa é decisiva e imprescindível!

2º - Desejarmos com sinceridade nos tornarmos emocionalmente agradáveis, amistosos e estimulantes. Isso pode revolucionar nossa vida!

3º - Aprendermos a relaxar nosso corpo toda vez que nos sentirmos irritados. Com a prática, isso se tornará perfeitamente possível!

E não se esqueça! As pessoas emocionalmente agradáveis são admiradas e queridas por todos.

PAULO A. S. RAFUL
LAURO DE A. S. RAFUL
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa