Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

ADEUS À CULPA

ADEUS À CULPA
Facebook   E-mail   Whatsapp

LIÇÃO 4
EU NÃO ME VEJO COM LIMITAÇÕES
Nunca repetimos um número de vezes suficiente que o que quer que vejamos ou escutemos ou as emoções que experienciamos se originam nas nossas mentes. Nossas ilusões à respeito de nós mesmos e do mundo que vemos são uma só e as mesmas. Quando estamos chateados, nos vemos limitados e nos sentimos com vítimas do mundo em que vivemos. Estes sentimentos não tem nada a ver com o mundo externo. Eles são simplesmente reflexo dos nossos próprios pensamentos. Embora eu diga isso com uma grande convicção, devo confessar que a cada dia eu sou tentado a acreditar que o que eu vejo e escuto no mundo ao meu redor é real - e eu nem sempre consigo resistir a esta tentação.

A PERCEPÇÃO É UMA ESCOLHA
Nosso ego não quer que nós acreditemos que são os nossos próprios pensamentos que nos machucam. Ele não quer que nós acreditemos que o que nós vemos e ouvimos é somente uma projeção dos nossos próprios pensamentos que nos mantém separados e limitados. Mais do que tudo, o nosso ego não quer que nós acreditemos que a percepção é uma escolha, e não um fato. O ego é tão astuto em disfarçar isso que nós caímos na armadilha de acreditar que nós somos vítimas das nossas próprias percepções. A única coisa que pode nos resgatar é o conceito do perdão. Por isso, através do perdão nós somos capazes de remover os limites que nós nos impomos e ver a luz em nós mesmos e nos outros. Nossa ego-mente tem técnicas muito engenhosas e traiçoeiras para nos bloquear de tomar como nossa a responsabilidade dos nossos próprios pensamentos. Por exemplo, ele nos encoraja a fazer avaliações e interpretações para que justifiquemos o medo e as percepções da dor e da angústia; ele quer que tenhamos dúvidas e incertezas, seu inimigo é a paz. Através do seu uso da decepção, ele nos faz acreditar que todos os nossos sentimentos de infelicidade e transtorno são causados por outras pessoas ou condições externas. Ele tenta nos persuadir que se alguém age de uma forma diferente ou uma situação muda, todos os nossos problemas desaparecem.

O PLANO DO EGO PARA A SOBREVIVÊNCIA
O conceito de intemporalidade está além da compreensão do ego. Pelo contrário, ele nos pede para aceitar como real um mundo cuja existência depende do passado, presente e futuro. Além do mais, ele reforça a ilusão de que somos limitados no presente pelo que aconteceu no passado e que provavelmente acontecerá novamente no futuro. Para que o ego sobreviva, é necessário que acreditemos que somos separados de todas as outras mentes e limitados as dimensões do nosso corpo físico. Seu plano de sobrevivência está baseado no armazenamento de mágoas e na luta de corpos separados, e sua realidade é um mundo de fragmentação e separação, onde somos limitados pela culpa e pelo medo, e o amor está faltando. Depende de nós se queremos viver no mundo de Deus ou no mundo do ego. Depende de nós escolher qual voz queremos ouvir. Podemos ter consciência de cada instante como um momento no qual podemos ter consciência e vivenciar o amor eterno de Deus, ou podemos escolher acreditar que somos limitados e aprisionados pelo nosso ego auto-criado, do qual não há escapatória.

Eu não me vejo com limitações
Eu posso me preocupar com medos de limitações do passado projetadas no futuro, mas eu posso viver apenas este momento presente. Este momento é precioso porque ele é diferente de todos os outros momentos. Enquanto a oportunidade para o meu crescimento pessoal e realização sempre existiram e vão existir, nunca haverá um tempo melhor do que agora. E nunca haverá um lugar melhor do que aqui.

Passos para integrar a lição de hoje na nossa vida diária
1. Lembre-se repetidamente durante o dia de hoje, quando você for tentado a se sentir culpado ou viver no passado ou no futuro: "Eu posso viver aqui e agora sem medo ou limitações".
2. Pense em uma parte da sua vida onde você é tentado a se ver limitado pelo que outras pessoas pensam de você ou pelo que tenham feito para você. Lembre-se que a percepção é uma escolha - não um fato.
3. Lembre-se de que o que você vê fora é um reflexo do que você primeiro vê dentro da sua própria mente. Escolha o dia de hoje para ter somente pensamentos de amor. Escolha o dia de hoje para se ver sem limites.
4. Reveja este pensamento frequentemente no dia de hoje: "Quando eu mudo os meus pensamentos à respeito de mim mesmo hoje, eu percebo que Deus me criou sem limites. Agora eu posso ver o mundo de uma forma diferente através do reconhecimento de que eu não sou uma vítima".
5. Repita durante o dia quando você se sentir tentado a ser ver de forma limitada: "Somente os meus pensamentos de amor são reais. É somente isso que eu tenho nesta situação (especifique) ou com esta pessoa (nome)".

"Não veja ninguém como culpado, assim você afirmará a verdade da inexistência da culpa dentro de si mesmo".

Você pode aplicar um exercício por dia ou aplicar o mesmo exercício durante a semana toda. Para melhor aproveitamento, faça uma pequena meditação colocando a frase principal do exercício em evidência na parte da manhã (mínimo 5 min) e à noite, antes de dormir. Procure seguir as diretrizes de cada lição para que você tenha maiores benefícios.
Exercícios retirados do livro "Goodbye to Guilt", de Gerald G. Jampolsky, Bantam Books.

www.cca.org.br


Acesse a Lição 3...
Publicado em:

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo

Por favor, deixe sua opinião



Veja também
veja-mais Tenhamos vida!
veja-mais Vida é muito mais!
veja-mais As tempestades passam
veja-mais Vem para a luz



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.




horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa