auravide auravide

ADEUS À CULPA

Facebook   E-mail   Whatsapp

LIÇÃO 7
EU TENHO AMOR QUANDO EU DÔO AMOR
Nós não podemos dar a paz e o amor aos outros enquanto nós não os aceitamos para nós mesmos. A paz e o amor começam dentro de nós, e não fora. É muito fácil para nós esquecer deste princípio, e quando nós o fazemos, encontramos a dor e o conflito uma vez mais em nossas vidas.

O AMOR RENOVA A SI MESMO
Quando nós experimentamos falta de amor em nossas vidas, nós frequentemente nos comportamos como se fossemos automóveis sem gasolina. Nós procuramos desesperadamente por alguém que possa nos preencher com amor de forma a mantê-lo conosco. Nós esquecemos que o amor, que continuamente renova-se a si mesmo quando nós o extendemos aos outros, é a essência do nosso ser. Ao invés disso, nós o percebemos como alguma coisa fora de nós, dado a nós pelos outros em quantidades limitadas, e que nós tememos perder.

A BUSCA DO AMOR
Muitos de nós gastam um enorme período de tempo buscando amor - acreditando que o que nós queremos e precisamos está fora de nós. Nós continuamos a esperar que os outros preencham as condições e que supram as nossas necessidades e, cedo ou tarde, ficamos desapontados porque nós não conseguimos o que pensamos que queremos. Consequentemente, nós sentimos uma raiva justificável, e nossas mentes começam a ficar cheias de pensamentos de ataque e de não perdão. Quando nós somos seres que buscam o amor, a tentação de nos identificarmos com os nossos corpos torna-se mais forte que antes, e nós agimos como se este distorcido e limitado conceito da realidade fosse o verdadeiro reflexo de quem nós realmente somos. A razão pela qual nós experimentamos estes pensamentos e sentimentos limitantes e negativos é porque colocamos o nosso poder fora de nós. Quando nós damos para o outro o poder de decidir para nós se vamos viver a paz ou o conflito, o amor ou o medo, nós reforçamos a crença de que somos vítimas do mundo que vemos. Esquecendo que nós somos responsáveis pela nossa própria paz, nós acreditamos que tudo que nos acontece é causado por alguém ou algo que está fora de nós.

A LEI DA ABUNDÂNCIA
Há uma outra forma de olhar para o mundo, reconhecendo que a nossa verdadeira identidade é espiritual - que a nossa realidade é o amor, e o nosso corpo é apenas uma manifestação da forma. Reconhecemos que o nosso espírito e a nossa mente estão unidas como uma só, e que nós não estamos separados uns dos outros. Quando nós nos lembramos do salmo 23, "e o meu cálice transborda" - lembramos que a lei do amor é a lei da abundância. O que isto significa para mim é que quando nós aceitamos a verdade de que nós permanecemos tal como Deus nos criou, nós nunca podemos experimentar a falta de nada, porque Ele nos têm dado tudo o que precisamos. É também verdade que a única forma de experimentar o amor é doando amor, e, sendo a lei do amor a lei da abundância - a lei de unir e de estarmos unidos - quanto mais amor nós doamos, mais amor nós temos.

Eu tenho amor quando eu dôo amor

Você pode aplicar um exercício por dia ou aplicar o mesmo exercício durante a semana toda. Para melhor aproveitamento, faça uma pequena meditação colocando a frase principal do exercício em evidência na parte da manhã (mínimo 5 min) e à noite, antes de dormir. Procure seguir as diretrizes de cada lição para que você tenha maiores benefícios.
Exercícios retirados do livro "Goodbye to Guilt", de Gerald G. Jampolsky, Bantam Books.

www.cca.org.br

Acesse a Lição 6...


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa