auravide auravide

Agora

Agora
Facebook   E-mail   Whatsapp

Eu flutuava naquelas melodias
O coração flutuava nas oitavas superiores
A mente vagueava na sequência das notas
A música permeava meu espírito

Eu e minha amiga Gaia, a Mãe Terra estávamos juntos
Ambos a ouvir aquele som das esferas
O espírito do vento sussurrava em nosso ser
As estrelas brilhavam como grandes olhos azuis

E as constelações desenhavamm sorrisos cósmicos
Sentia as corredeiras chacoalhando as gotas
E nós ouvíamos o cantar das águas
O fogo crepitava a nossa frente estalando galhos secos

E conosco os elementais e Devas faziam roda
Os animais da floresta, feras e dóceis todos observavam em paz
Ouvia-se a música do universo através do silêncio da mente
Sentia-se a melodia do cosmos com a paz do coração

E os bons espíritos amigos circundavam
Todas aquelas consciências faziam rodas,
Em círculos concêntricos em absoluto silêncio de voz e mente
Todos com excepcional brilho nos olhos e serenidade nos corações
Ouvíamos o Grande Espírito falar e cantar em silêncio

Sentíamos a Grande Mãe beijando nossas colunas
E algo incognoscível percorria nossas espinhas e eletrificava nossos cérebros
Nossos pés descalços na terra se fundiam à Gaia com raízes de amor

É Ele, o Grande Espírito nos abraçou
A Grande Mãe nos beijou
Apenas algo tão sutil e tão lindo poderia quebrar aquele efêmero silêncio infinito...
As nossas lágrimas silenciosas...

E a lua amistosa quando viu as lágrimas, sorriu
Sorriu e brilhou em prata refletindo em nossos sorrisos faceiros
Ela aproveitou e abençoou todos os casais românticos que a apreciavam
E no espaço estelar, cósmico, infinito e eterno aquele grão flutuava...

Carregava vida sobre vida, consciência sobre consciência
Aquele grão girava em torno de uma estrela dourada cheia de luz e calor

Era ela, a Mãe Terra, Gaia que nos sustenta
E trilhões de bilhões de galáxias flutuavam e sorriam
Quebravam o silêncio do universo e cantavam seus mantras cósmicos

É a união do Grande Espírito Cósmico OM com a Grande Mãe Amor OM explodindo em vida
É o Absoluto se manifestando através do Eterno
É o Imperecível gerando transformação
É o Tao criando Tao
É o Infinito permeando o vácuo que a tudo ocupa
É o Todo Grande Pai-Grande Mãe
É o Todo Eterno que ama sem nome que está em tudo

Tudo é Ele,
Tudo é Ele...

Dalton Campos Roque
Portal Arco-íris

Recebido do amigo Ivan Ademar Ditscheiner

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa