auravide auravide

Aprendendo com o passado

Facebook   E-mail   Whatsapp

Que solidão é essa que você sente? Tudo parece certo no seu lugar e aquele vazio dentro de você continua. Uma vaga lembrança de abandono e de perda. Uma sensação de frio na alma, uma ausência de não sei o quê. Um anseio por algo ou alguém que não se sabe definir. Uma nostalgia que toma conta de sua vida e você nem sabe porque. Tudo isso é muito sutil e resulta de suas ações passadas, da falta de consciência de você mesmo e de sua individualidade.
No momento em que começar a assumir responsabilidade por si mesma, passar a ouvir o que o seu coração diz, sem criar dependência de algo externo, seus olhos começarão a se abrir e você verá as inúmeras possibilidades à sua frente.
A sua alma é sábia e busca o retorno à sua origem divina. Por isso quer que você pare de sofrer, esqueça os erros do passado, as crenças negativas e frustrações e crie uma nova imagem de você mesma, da pessoa maravilhosa que deseja ser...

Sandra Torres

Veja alguns relatos da nova percepção que algumas pessoas adquiriram após regredirem em suas vidas passadas (do livro Nós Somos Todos Imortais - Patrick Drouot - Ed. Nova Era):

"Percebi que, enquanto dependesse de alguém para me sentir uma pessoa completa, eu estaria incompleta e qualquer alegria seria frágil, passageira. Então escolhi usar minhas energias para a vida e não para lamentações. Consegui encontrar alegria e amor duradouros, que não estavam baseados na necessidade ou na dependência. E não sofri mais..."

"Cheguei aos limites extremos do Universo. Eu podia ver toda a criação à minha frente. Me senti tão insignificante, tão infinitesimal nesta imensa criação... Senti uma solidão esmagadora, profunda - e, no entanto, não estava só. Então compreendi que fazia parte do Todo. Essa criação ilimitada era parte de mim, e sem a minúscula célula que eu sabia ser eu, a criação estaria incompleta".

"Minha primeira responsabilidade é comigo mesma. Devo aprender a resolver meus problemas e dar atenção ao meu crescimento pessoal. É preciso concentrar mais esforços na auto-disciplina. Há muito mais em meu projeto para eu olhar e compreender e preciso pensar sobre o que vi e para onde vou a partir de agora".

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa