auravide auravide

As Cartas de Cristo (Carta 8 - Parte 16) – Abrace o autoconhecimento com amor e gratidão

Facebook   E-mail   Whatsapp

Comecei esta seção dizendo que as pessoas acreditam que podem ser transformadas pelo “Espírito”.
Agora você compreende por que eu disse que “não há nada para ser transformado”? Não há nada “real” ou “eterno” na personalidade. Há uma grande necessidade de abandoná-la para revelar o Divino no interior.
Na Palestina chamei a esse processo de “morrer para si mesmo”, o que demonstrou ser uma afirmação atemorizante. Por causa dela, muita gente foi dissuadida de entrar no caminho que leva às dimensões espirituais superiores. E sim, esse último passo no processo de abandonar-se é de fato como uma morte. A pessoa perde uma parte essencial de seu eu humano/terreno enquanto o ultrapassa, mas o alívio e a paz interior, que se experimenta quando finalmente a luta termina, não pode ser descrito. A alegria preenche o coração. Há verdadeira segurança, repouso e tranquilidade no silêncio da mente. Por fim a luta pelo controle pessoal acabou. A pessoa se tornou um “mestre”. Depois vem um tempo de descanso espiritual e de recuperação.
Mais tarde isso é seguido pela entrada em uma nova dimensão do “ser”.
Nada na cena humana terá “importância” como antes.
As pessoas criticam você? Anteriormente, a personalidade magnética teria feito você sentir raiva por causa de sua insegurança, sua necessidade impulsiva de parecer perfeito diante de todos, com a finalidade de ganhar aprovação. Se eles não o aprovarem, argumentava o ego, como você sobreviverá? Como será sua vida?
Quando a voz do “ego” se cala, não há mais necessidade de procurar segurança, pois você está SEGURO. Você sabe que está sustentado, mantido, alimentado, protegido, curado pela CONSCIÊNCIA da VIDA DIVINA, pouco importando o que os outros possam pensar de você. Sua alegria, prazer, felicidade, realização pessoal e contentamento, estão todos dentro de você. De fato, você não precisa mais de todo o resto. Salvo que você é parte de “todo o resto”, e quando a Luz o preenche você tem uma necessidade impulsionadora de transmitir aos outros tudo o que a CONSCIÊNCIA da VIDA DIVINA derrama em você a cada momento do dia, na medida em que permanece em constante contato com essa bela dimensão dentro de você.
Você já não rejeita a personalidade dos outros, todo mundo é aceitável para você, todo mundo tem necessidade de amor e agora você está cheio de amor para doar. Amar incondicionalmente não é mais uma luta. Ocorre espontaneamente.
Qualquer falha, qualquer erro que tenha cometido em suas atitudes para com os outros como resultado de fragmentos do “ego” que possam restar em você, são revelados. Mas não tenha medo do autoconhecimento – o abrace com amor e gratidão. Você descobrirá que o reconhecimento e aceitação das reações humanas negativas em você mesmo é tão saudável quanto curativo. Aceite alegremente e assuma a responsabilidade por qualquer erro que cometa e então, quando o tiver avaliado de “maneira amorosa”, deixe-o ir. Você experimentará paz interior, sabendo que aprendeu outra coisa valiosa que será de grande ajuda quando você voltar a ser desafiado pelas experiências terrenas. Acaba-se o tempo do profundo arrependimento, uma vez que fez seu trabalho de se liberar das respostas magnético - emocionais que trouxeram sofrimento no passado.
Então, você entrou no que chamei de o “Reino dos Céus” quando estive na Terra. Todas as suas necessidades são satisfeitas e você SABE que qualquer necessidade no futuro também será satisfeita quase espontaneamente. Esse conhecimento o mantém em constante contato com a “VIDA DIVINA” e proporciona um imenso sentido de segurança. Com a paz e a tranquilidade da mente, vem a alegria e a felicidade e um novo sentido de bem-estar juvenil. Os males menores, as doenças crônicas e mesmo as terminais serão removidas e você outra vez entrará em uma nova fase de existência. Cada vez que aprende uma lição, você deixa para trás um pouco da dimensão humana e avança para uma frequência mais elevada de consciência espiritual.
Estou descrevendo as recompensas que o esperam quando você luta e ocupa-se da escravidão magnético-emocional de “atração/ligação – rejeição/repulsão”. Isso é o que inicialmente dá a você a individualidade, mas que se torna um grilhão da alma, do qual você deve se libertar a fim de sair da roda. Essa roda é o breve espaço de tempo de sua atual vida humana, continuamente girando, continuamente levando-o para experiências que não o alegram. Quando enfim você for capaz de transcender, em espírito, suas reações magnético-emocionais para a vida, a roda começará a girar mais devagar e então, de repente, achará que está quase parando e começará a experimentar a bela qualidade de vida que descrevi acima. Se eu pudesse removeria essa carga imposta sobre você pela sua condição humana terrena. Conheço seu sofrimento, seus momentos de desespero, sua dor na noite solitária e suas horas de tumulto mental e emocional. Enquanto desço até suas frequências de consciência para transmitir minha mensagem e compreender o que é necessário dizer, eu me torno consciente de sua condição terrena e essas palavras são minha resposta às suas mais urgentes necessidades de alívio e cura.
Não duvide de que essas palavras procedem de mim. Conforte-se com elas e SAIBA que à medida que as estudar elas trarão, com o tempo, uma profunda iluminação da alma que o levará às tão almejadas mudanças em sua vida e em você mesmo.

Ir para o início do livro
Página anterior
Próxima Página

Se desejar adquirir o livro, clique aqui

124/C8

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa