auravide auravide

AS ESFERAS ESPIRITUAIS POSITIVAS E NEGATIVAS

Facebook   E-mail   Whatsapp

Parte 02
Assim, ficou "claro" que:
O magnetismo pode ser positivo ou negativo;
Que os sentimentos podem ser nobres ou viciados;
Que o magnetismo do ser humano liga-o a padrões magnéticos localizados nas esferas espirituais;
Que esses padrões tanto podem absorver como enviar mais energias ao ser magneticamente afim;
E o mais importante: que isto tudo se processa, automaticamente, não sendo necessário o concurso de mais ninguém, já que estas afinidades colocam o ser sob a "proteção" energética da esfera a que se ligou mental e magneticamente.
Logo, um ser vibrando sentimentos de padrão (- 3), nunca será atraído para uma esfera positiva após desencarnar, porque, para que isto acontecesse, todas as leis da física teriam que ser contrariadas.
Sim, uma pedra de um quilo jamais irá pairar na superfície de um lago, nem flutuar no ar. Isto contraria as leis físicas.
O mesmo ocorre com um espírito que no plano material se pautou por realizar ações negativas. Densificou tanto seu corpo energético que, assim que desencarnar, "afundará" nas esferas negativas, até que seu magnetismo o conduza ao exato padrão magnético a que se ligou através de cordões invisíveis ainda quando estava no plano material.
Isto, aqui descrito, é a lei divina em ação.
E o mesmo acontecerá num sentido inverso, caso o ser tenha se pautado por ações nobres ou virtuosas, ou positivas.
Este ser, dotando seu magnetismo de uma carga positiva, inundará seu corpo energético de energias mais "leves" que as energias da esfera material e espiritual onde vive, tornando-o magneticamente atrativo pelo magnetismo das esferas superiores ou positivas, luminosas e brilhantes porque as energias que as formam são sutis, perenes, leves e positivas.
Após o desencarne de um ser extremamente virtuoso, ele "subirá" até uma esfera onde seu magnetismo encontrará afinidades com um padrão magnético correspondente.
As afinidades magnéticas tornam o ser energeticamente semelhante ao meio para onde automaticamente foi atraído. Se parou em uma esfera positiva, encontrará espíritos magneticamente afins e com padrões energéticos semelhantes, que o acolherão com amor, ternura e carinho, auxiliando-o em sua nova "morada".
Já se a parada se deu numa esfera negativa, encontrará espíritos vibrando no mesmo padrão, e dotados de um negativismo energético que o repelirá, agredirá e torturará em sua nova "prisão", sem grades visíveis a olho nu, mas muito poderosa, que ali o reterá até que passe por um esgotamento energético intenso e sofra uma transformação magnética através da pulsação de novos sentimentos.
Se estes novos sentimentos forem nobres, virtuosos ou positivos, lentamente será atraído pelo magnetismo da esfera positiva com um padrão magnético correspondente ao que formou em seu mental. Mas se seus novos sentimentos forem negativos, viciados e desvirtuadores , por já estar numa esfera negativa, rapidamente afundará mais ainda, atraído por um padrão mais forte devido à densificação do magnetismo mental e à sobrecarga energética.
Tudo isto são leis divinas imutáveis agindo sobre o ser humano sem que ninguém precise intervir, pois as leis de Deus são anteriores ao próprio homem. E quando Deus o criou, leis para regê-lo, ajudando-o a evoluir ou bloqueando sua evolução, já existiam.
Mas se já não bastasse a ação das leis divinas, o ser ainda está sujeito às leis espirituais e às leis humanas.
As leis divinas funcionam por si mesmas e estão fundamentadas no magnetismo e nas energias.
As leis espirituais funcionam segundo a sentença que diz: "A cada um, segundo seu merecimento".
As leis humanas funcionam segundo as concepções humanas do que é certo e errado, do que é justo e injusto, do que é bem ou mal.
Assim, muitas confusões surgem devido ao não ajustamento natural do ser às leis divinas e á não aceitação do "a cada um, segundo seu merecimento".
Aí entram as leis humanas.
E assim, o líder religioso que abençoa a espada do soldado que vai matar em nome de Deus, ou em nome de sua pátria, e que no seu retorno vitorioso o cobre de honras, após desencarnar vai para agrupamentos espirituais mais ou menos afins, que o acolhem e o preparam para continuar a atormentar seus semelhantes, tão sofredores quanto ele.
A lógica humana desafia todas as leis divinas, porque ousa cobrir de honras aquele que mata em nome de seu Deus. Quando, após o desencarne, se descobre no inferno, revolta--se contra seu Deus e começa a perseguir aqueles que o induziram a matar.
Mas por trás de tudo está a lei divina atuando sobre os seres humanos através dos próprios seres humanos. Quem induziu alguém ao crime é tão culpado quanto o que matou, e terá que acertar suas contas justamente com quem foi induzido, assim como com quem foi morto, caso este não tenha se conformado e tenha dado início ao latejar de sentimentos de vingança.
A lógica divina é anterior e superior à lógica humana, e Deus, prevendo as reações humanas, quando lançados ao encontro de seus padrões magnéticos negativos afins, permitiu que alguns espíritos viessem a se assentar nas esferas negativas e nelas formassem verdadeiros domínios apinhados de espíritos magnética e energeticamente negativos. Neles reinam soberanos todo-poderosos que se comprazem em atormentá-los porque, dizem eles, quem não aprendeu a servir o alto, servirá o embaixo, mesmo que nada saiba.
Aí está um comentário resumido do que são as esferas positivas e negativas, as universais e as cósmicas.

Comenta: Pai Benedito de Aruanda
A Tradição comenta a Evolução - Rubens Saraceni - Ed. News Transcendentalis Editora Ltda.
https://www.umbanda.byhost.com.br/boletim12.htm#esferas


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa