auravide auravide

CARTA A UM FILHO

Facebook   E-mail   Whatsapp

Hoje te escrevo, embora pudesse falar-te pessoalmente. Só que as palavras caem no esquecimento; o tempo se encarrega de apagá-las ou modificá-las. Gostaria de ser um pai melhor, mais presente na tua vida e mais marcante nas emoções, principalmente as boas, as positivas.
Muito tenho tentado, porém todos nós temos limites, que embora lutemos a vida toda para superá-los, às vezes não conseguimos.

Às vezes desejamos felicidade, o melhor para os filhos. Com a nossa experiência, no entanto, julgamo-nos donos da decisão do que é melhor ou pior para darmos aos filhos. Erramos quando esquecemos que, embora pequenos e com pouca experiência, são pessoas! Dotadas de vontade, senso próprio, crítica e vivem num momento diferente, com padrões, normas e valores diversos daqueles que um dia vivi.
Mesmo cheio de amor nas decisões e orientações, um pai pode errar por querer dar o melhor de si e, em muitas vezes, não pára pra pensar, para se colocar na posição do filhos. É assim que erramos querendo acertar. Atitudes mais drásticas e agressivas, quando as tomamos, nos machucam, ferindo nossos corações e nossas almas.
Porém somos levados por um coração cheio de zelo e medo de experiências passadas. Queremos transmitir tudo o que aprendemos na expectativa de não vermos vocês, filhos, passarem pelo que passamos.
Mais uma vez esquecemos que o sim e o não, a felicidade na vitória e a frustração na derrota, fazem parte do desenvolvimento da personalidade de um filho. Mas estamos incorrendo em erro, se não damos a oportunidade de vê-los crescerem com seus "sim e não" que a vida coloca como prova para caminharem seguros e maduros, conscientes das suas atitudes.
Assim, no dia de hoje, ao completar 10 anos, quero que você me perdoe...
Perdoe pelo que tentei ser e não consegui...
Perdoe pelo que quis fazer e não fiz...
Perdoe pelo que pensei fazer e não realizei...
Perdoe por querer e não conseguir...
Perdoe por te amarmos demais, porque assim te sufocamos e acabamos, de novo, errando...
Hoje, lembre-se sempre que te amamos, apesar de...
Apesar de erros, dos medos e de tudo que não faz bem.
Somente te amamos e te queremos como ninguém quer.
Tenho orgulho de ser teu pai!
Beijos pelo dia de hoje.
Te amo.

Luís Celso Machado
https://www.armazemdesonhos.com.br/datasEspeciais/dia-pai/cartafilho/cartaumfilho.htm




Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa