auravide auravide

Como o perfume que as flores exalam


Quem de vocês não percebe que seu poder de amar não tem limites?

Se nosso Deus conferiu à terra a arte de ser ninho para a semente aparentemente morta, porque não deveria conferir ao coração do ser humano o poder de incutir a vida num outro coração aparentemte morto?

Não é também o tempo, assim como o amor, indivisível e infinito?
O que quer que a alma deseje ardentemente, o espírito conseguirá.
Sua verdade encontrará a minha no mundo que virá: eis que se fundirão uma à outra como o perfume que as flores exalam, tornando-se uma só que em si tudo abarca, imortal na imortalidade de amor e de beleza.

O infinito conserva apenas o amor porque apenas o amor é sua imagem.

Gibran
Publicado em:




Comentários



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa