auravide auravide

DE ONDE VEM O SUCESSO?

Facebook   E-mail   Whatsapp

Para vencer na vida são necessárias algumas atitudes: ter um projeto consistente, acreditar nele e estar disposto a pagar o preço.

Um vendedor de uma multinacional foi enviado para um país africano. Sua missão: vender calçados. Depois de alguns dias, retornou desanimado e, num relatório, explicou à diretoria que não havia qualquer possibilidade de vender o produto naquele país: todos andavam de pé no chão. Alguns meses depois, a empresa enviou outro funcionário, com a mesma missão e para o mesmo país. Ao retornar apresentou um grande projeto de vendas de sapatos naquele país. Segundo ele, as possibilidades eram ótimas, toda a população era cliente potencial, pois ninguém tinha calçado, todos andavam de pé no chão.

A realidade era exatamente a mesma, diferente era a visão dos vendedores. Um deles apenas via as dificuldades, o outro, as oportunidades. Assim é a vida. Há os desanimados, convencidos que, para eles, tudo é difícil, o mundo está contra eles. Outros, sem desconhecerem as dificuldades, fazem delas degraus para subir. Uns se programaram para perder, outros para vencer. E o resultado final será, exatamente, este.

Diante de qualquer dificuldade há pessoas que desistem, mudam de projeto, mudam de emprego, mudam de curso na universidade. E passam a vida em meio às lamentações. Por vezes, os amigos, pais e familiares até lhes dão razão: coitado, não tem sorte! E não tem sorte no trabalho, no amor e na vida.

A vida é uma corrida de obstáculos. Você precisa passar por cima. Muitos preferem fazer longos desvios ou mudar de corrida. Outros, mesmo tendo derrotas e insucessos, não desistem. Apenas empregam maiores esforços. Mais do que em sorte ou azar, acreditam no trabalho e na experiência adquirida, mesmo nas derrotas. Soichiro Honda, fundador da poderosa Honda Corporation, passou por imensas dificuldades, foi derrotado muitas vezes, mas nunca desistiu e – por isso – acabou triunfando. Ele afirma: “Sucesso representa 1% do seu trabalho, que resulta de 99% do que chamam de fracasso”.

O fracasso só é fracasso quando nada nos ensina. Do nosso currículo de vida não devemos apagar os fracassos. Muitas vezes uma boa cabeçada vale por dezenas de conselhos. O que aconteceria se, por um passe de mágica, você pudesse apagar de sua vida todos os fracassos? Ficaria infinitamente mais pobre e despreparado. Seria o começo de seu fim. Por que você não coloca a mão numa cerca eletrificada? Porque você aprendeu, com sua experiência, que é preciso tomar cuidado com os fios eletrificados. Talvez já soubesse pelo livro, mas o choque ensina de maneira muito mais clara.

Para vencer na vida são necessárias algumas atitudes: tenha um projeto consistente, acredite nele e esteja disposto a pagar o preço. Se não der certo na primeira vez, experimente de novo, com mais sabedoria. Mesmo que não tiver sucesso em dez vezes, você não é um derrotado, desde que triunfe na vez seguinte. E acredite, profundamente, na força que vem de Deus. São Paulo, que teve também seus insucessos, um dia ouviu do Senhor esta orientação: “Basta-te a minha graça, porque é na fraqueza que se revela a minha força”(2 Cor 12,9).

Aldo Colombo
www.capuchinhosrs.org.br/mensagemview.php?id=47&tit=olhar


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa