Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Depende de nós

Depende de nós
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Mais um ano se inicia e com ele vem o desejo de que possamos realizar os nossos ideais e buscar a tão sonhada paz de espírito que almejamos.

Sim, mais um ano começa a nossa frente, um novo caminho que surge trazendo a esperança de um novo amanhecer que a tudo irá renovar.

No momento da virada, enquanto os fogos estouravam no céu, era como se todas as nossas dores e tristezas fossem embora e a alegria viesse ocupar o seu lugar.

Um novo ano... novas alegrias, conquistas, amores, realizações, quanta coisa para realizar, sim, um momento de renovação.

Porém, a maior renovação deve começar dentro de nós, é aqui dentro que existem as ferramentas que devemos usar para mudar o que tanto almejamos.

Não é uma mudança de calendário que irá resolver todos os nossos problemas, porque a solução de nossas dificuldades não se encontra no exterior e sim, no nosso íntimo.

Se almejamos por mudanças, devemos arregaçar as mangas e ir atrás do que queremos modificar em nossa vida.

Algumas mudanças podem sim, até serem demoradas de se concretizarem, mas se realmente quisermos realizá-las, ah, nada irá nos deter.

Quando aliamos fé e coragem, podemos sim, seguir adiante, nenhum obstáculo irá deter a nossa caminhada.

É claro que encontraremos quedas e espinhos durante o percurso, mas não podemos deixar que o desânimo nos impeça de continuar, porque se buscamos um novo horizonte, não iremos encontrá-lo se permanecermos parados.

É preciso renovar as forças internas constantemente e não temer os abalos que virão.

Muitas provas que a vida nos apresenta, no momento, podem até nos ferir e nos fazer acreditar em desistir, porém, nesses instantes, mais do que nunca, é preciso manter a chama da confiança acesa e mesmo que feridos, continuar a jornada.

E com o tempo, veremos que essas provas apenas nos ajudaram a evoluir espiritualmente, nenhuma adversidade bate a nossa porta à toa.

Por isso, no momento de sofrimento, não deixemos de caminhar, mesmo que os passos sejam lentos, continuemos sim, a caminhada.

Porque só assim, atingiremos o objetivo que almejamos.

Descruzemos nosso braços e vamos à luta, paralisados não veremos um novo amanhecer, continuaremos envoltos na tristeza.

Acreditemos em nosso potencial, porque ele é enorme, mas precisa ser ativado e usado dia após dia.

Deixemos o ontem para trás e saiamos em busca de novas realizações.

As desilusões sofridas, só nos acompanharão se assim permitirmos.

Não deixemos para amanhã, o que deve ser feito agora.

Não é a virado do ano que a tudo irá transformar, mas sim, a nossa transformação interna, mudemos os pensamentos, tenhamos fé e façamos dessa fé, a ferramenta para edificarmos o que tanto desejamos.

Confiemos e quando cairmos, levantemos, quantas vezes forem necessárias.

Abandonemos o ritual e nos entreguemos a nossa força interna, porque é ela que irá escrever um novo enredo para nossa vida.

Não fiquemos apenas fazendo pedidos, saiamos atrás da realização dos nossos ideais.

Espalhemos a alegria por onde passarmos, ao invés de apenas esperarmos que ela chegue até nós.

Estejamos prontos para fazer um ano novo a cada dia que vivermos, porque quando realmente acreditamos, realizamos.

Não esperemos pelo arco-íris a colorir a nossa vida, façamos nós mesmo o nosso arco-íris.

Abandonemos a bagagem que atrapalha a nossa jornada e levemos conosco, os sentimentos de amor que irão iluminar o nosso caminho.

Sim, um novo ano inicia-se, mas como ele será, depende de cada um de nós, de como iremos usar os talentos que o Pai nos concedeu.

Todos somos capazes de evoluir, mas para isso, é preciso realizar as reformas que se fazem necessárias e buscar o que almejamos.

É preciso confiar em si mesmo e no Pai que nunca nos abandona.

É preciso compreender que os acertos só chegam com a experiência.

Que as quedas são necessárias para que amadureçamos.

Que a dor é a Mão do Pai a nos guiar para o caminho do bem.

Que não devemos jamais, nos render ao desespero nem nos acharmos fragilizados diante de uma situação.

Acreditemos na luz que há dentro de nós e sigamos adiante, porque ainda há muito a realizar, mas tudo depende de nós.

Confiemos e sigamos em frente.

Sonia Carvalho
[email protected]
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa