Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 

DIZER NÃO

DIZER NÃO
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura



Quando uma pessoa se exercita em suportar determinado sofrimento, se torna capaz de conviver com ele sem dificuldades. Mas, cuidado! Não se acostume com ele.
Você está aqui para ser feliz.


Algumas pessoas têm enormes dificuldades para dizer não. Já ouvi diversas queixas de pessoas relatando que contrariar os outros, ou negar-se a atender a algum pedido, pode ser muito doloroso, até mesmo insuportável para eles.
A origem do problema está no fato de que uma negativa é facilmente interpretada como expressão de uma atitude de rejeição e, portanto, quem a recebe pode reagir com raiva contra o autor da frustração. Muitos ficam completamente paralisados frente à perspectiva de serem responsabilizados por um não e serem vistos como alguém que está rejeitando o outro.
Para superar essa dificuldade, basta se preparar para enfrentar as situações difíceis que podem ocorrer em função de um não e aprender que muitas vezes nada de grave acontece e que irritação alheia é plenamente suportável.
Da mesma forma que dizer não é difícil, ouvi-lo também pode ser uma tortura. Muitos não conseguem fazer um pedido, por mais simples que seja - como, por exemplo, abordar alguém na rua em busca de uma informação - com medo de receber uma resposta negativa. Para tais pessoas, o sentimento de rejeição ligado à negação é tão forte, recria uma emocional de sofrimento tão intensa, que preferem deixar de arriscar uma vitória para evitar a dor do não. Estas pessoas fazem parte do grande grupo daqueles que chamamos habitualmente de tímidos.
A solução para esse tipo de dificuldade está em provocar respostas negativas até se habituar com elas e para que estas fiquem desvinculadas dos sentimentos de rejeição. É como se fosse um tratamento de dessensibilização para a cura de uma alergia.
Quando uma pessoa se exercita em suportar determinado sofrimento, se torna capaz de conviver com ele sem dificuldades. Mas, cuidado. Ficar atento e se preparar para sair do que dói é muito mais saudável do que permanecer no sofrimento.
Experimentar estar alegre é uma experiência a que todos nós devíamos praticar.

Por: Luiz Alberto Py - https://www.albertopy.com.br
Aproveite e faça o exercício para lidar com a carência afetiva...
Publicado em:

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo



Veja também
Seu amor me aquece o coração
Aprendendo com os erros
Alegria na alma
Sim, vamos manter a fé



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.





horoscopo



Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa