auravide auravide

E a tempestade passará

E a tempestade passará
Facebook   E-mail   Whatsapp

Em nossa evolução espiritual, muitos são os percalços que encontraremos no nosso caminho.
Muitas vezes, sentiremos receios em continuar, acharemos não ter forças para resistir aos ataques.
Talvez muitas lágrimas sejam derramadas e as feridas causem imenso desconforto.
Podemos também nos sentir perdidos e a vontade de recuar seja grande.
A desconfiança pode se fazer presente.
Assim como o medo.
Tudo à nossa volta pode ganhar o aspecto nebuloso e os trovões podem trazer imenso pavor.
Porém, amigos, a tempestade sempre irá passar.
Não teimamos o caminho para a nossa evolução espiritual.
Se os obstáculos parecem invencíveis, usemos o poder da verdadeira fé.
Se fantasmas nos assombram, busquemos a chama da oração vinda da alma.
Se o caminho parece difícil, confiemos na providência divina que nunca nos desampara.
Se o cansaço quer nos dominar, roguemos aos céus e caravanas de luz virão ao nosso socorro.
Se o temor se mostra presente, passemos a também sentir a presença do Pai a nos envolver.
Se gritos se fazem ouvir, prestemos atenção a melodia que vem da nossa alma.
Se quedas são imprevistas, saibamos que muitas mãos irão nos levantar.
Se sentimentos inferiores procurarem nos vencer, recordemos da imagem de Maria, que mesmo tendo um filho crucificado, não deixou de espalhar o amor.
Se sementes de orgulho brotarem à nossa frente, lembremos da sublime humildade de Jesus e com a mesma doçura, cortemos as raízes desse sentimento.
Se a vontade de desistir parecer minar as nossas forças, procuremos relembrar o quanto já fomos amparados em todos os momentos difíceis que atravessamos em nossa vida.
Se a solidão parecer sufocante, procuremos levar amor por onde passarmos, sem se importar com reconhecimento ou gestos de retribuição.
Se procuremos garantias para o caminho que estamos a trilhar, ouçamos a voz de Deus a dizer que sempre estará a nossa espera e confia que chegaremos até Ele.
Se a despedida de entes queridos não pode ser adiada, ouçamos os anjos proclamarem que o reencontro ocorrerá.
Se a indiferença ferir a nossa face, procuremos compreender que o espírito está em plena evolução.
Se a zombaria chegar à nossa pessoa, pratiquemos o perdão, porque cada um tem o seu grau de evolução.
Se crenças contrárias às nossas forem expostas, cultivemos o respeito; todos os caminhos conduzem ao Pai.
Se a caridade parecer extinta, usemos o nosso próprio esforço para mostrá-la a todos.
Se ainda não sabemos qual a missão que devemos realizar, procuremos desenvolver a paciência, porque tudo tem o seu momento e um dia saberemos a nossa missão aqui na Terra.
E se os caminhos parecem confusos e cheios de escuridão, não devemos temer, porque nenhuma tempestade irá destruir o nosso espírito e no final a luz voltará a reinar...

Sônia Carvalho
[email protected]


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa