auravide auravide

E o que Jesus nos pede?

E o que Jesus nos pede?
Facebook   E-mail   Whatsapp

E Jesus continua a aguardar nossa contribuição em sua seara...

Mas quantas vezes justificamos nossa inércia pelo fato de nos considerarmos fracos para cooperar com as forças do bem?

Declararmo-nos Espíritos ainda muito endividados e por essa razão incapacitados para o cultivo da Boa Nova.

E assim, prosseguimos sempre a adiar a realização da tarefa que nos cabe.

Todavia, é hora de refletirmos: se os homens já possuíssem todos os conhecimentos necessários que lhe garantissem a plena evolução, qual seria então a finalidade da reencarnação?

Para que a escola na Terra se nosso Espírito já conhecesse todas as lições?

Se desde o berço nosso aprimoramento espiritual estivesse garantido, não haveria motivo para atravessarmos provas.

Muito provavelmente nosso envoltório físico também seria diferente, uma vez que, nosso Espírito deteria outros conhecimentos.

E certamente, já estaríamos a habitar mundos superiores.

Irmãos, é hora de abandonarmos os sofismas que apenas nos afastam da tarefa que cabe a cada um de nós realizar.

Estamos diante de uma nova oportunidade, não a desperdicemos!

No ontem, talvez estivéssemos presos aos labirintos dos enganos ou mergulhados na escuridão, porém, hoje um novo amanhecer surge e nos convida para a renovação.

E o que estamos a fazer?

Não é hora de fugirmos ou novamente nos afirmarmo-nos inábeis ao serviço que surge a nossa frente.

Pelo contrário, há muito tempo já nos encontramos preparados para essa convocação.

Na espiritualidade, fomos instruídos para o nosso retorno à vida corpórea, tão necessária para a evolução de nosso Espírito.

Agora encarnados, recebemos inspirações dos companheiros espirituais que permanecem a nos sustentar nessa longa travessia.

E Jesus permanece fiel, sendo o eterno Pastor misericordioso sempre a nos guiar.

Sim, contamos com imenso e ininterrupto apoio, no entanto, somos nós os responsáveis pelo leme, assim, qual a direção que estamos adotando para nossa embarcação?

Não podemos mais rejeitar a possibilidade de cooperar com a obra de evangelização iniciada há milênios pelo Mestre Jesus, porque hoje, somos os seus novos discípulos!

Chegou a hora de testemunhamos nossa fé! E somos capazes disso!

Se ainda trazemos indagações, recordemo-nos dos inúmeros vultos do Evangelho, que abdicaram do conforto, combateram os preconceitos, muitas vezes abandonados pelos entes queridos, cruelmente perseguidos e principalmente travaram intensa batalha para realizarem sua reforma íntima.

Tiveram medo, dúvidas e muitas vezes se viram rodeados dos fantasmas pessoais. Realmente, a renovação de seus passos não foi algo fácil, inúmeros foram os instantes em que se sentiram prestes a fraquejar e quantas vezes foram envolvidos pelas tentações?

Contudo, mesmo após as quedas, voltavam-se para o Alto rogando novas forças e em seguida, levantavam-se e prosseguiam.

Foi através de cada um, que o Evangelho de Jesus foi sendo expandido...

E mentalmente, nesse momento, viajemos no tempo e encontremos com Jesus reunindo a multidão e alimentando a todos com a esperança e o amor.

Observemos o quanto o Mestre irradiava luz e mais atentamente foquemos na multidão que O cercava... Eram rosto abatidos, físicos cansados e coração repleto de sofrimento e revolta.

Constituíam os doentes do corpo e da alma... Os excluídos da sociedade...

Busquemos reacender em nosso íntimo, as palavras do Mestre:

Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes. Misericórdia quero, e não sacrifício. Porque eu não vim a chamar os justos, mas os pecadores, ao arrependimento. (Mateus 9, 12-13)

Hoje somos nós a representar essa multidão... Também temos muito a resgatar, quantos sentimentos a renovar e lições a assimilar.

Todavia, tenhamos a convicção de que quedas podem ocorrer, ainda estamos a crescer espiritualmente, porém, o que importa, é a confiança de que podemos sempre nos reerguer e ir adiante.

Paremos com o contra-senso de nos declararmos impossibilitados de cultivar a fé, pelo contrário, cada um de nós já detém muitas ferramentas para trabalhar na seara de Jesus!

E cada gesto, mesmo parecendo mínimo, mas que for baseado nos verdadeiros ensinamentos deixados por Jesus, constituirá um filete de luz a devolver a esperança aos irmãos em penúria e a vencer qualquer treva que se apresente.

Além disso, estejamos convictos de que é no trabalho no bem, que também estaremos a superar nossas mazelas.

Que é servindo em nome de Jesus que subimos os degraus da nossa escala evolutiva, porque é uma bendita oportunidade de aprimoramento e melhoria para nosso Espírito.

Assim, não desperdiçamos essa chance, caso contrário, ainda estaremos a permanecer na cegueira dos enganos, o que só acarretará profundos prejuízos para nossa evolução espiritual.

Irmãos, estamos a caminhar para uma nova Era, façamos, portanto, a nossa parte.

Escolhemos a sementeira da luz, porque será essa que irá nos libertar.

Não há mais tempo para nos julgarmos eternamente inferiores, necessitamos utilizar os recursos que o Alto nos ofertou.

Jesus nos aguarda!

E Ele não veio apontar as falhas que ainda possuímos, mas, sim, iluminar os nossos passos rumo a novos e elevados horizontes.

Abracemos, portanto, o serviço evangélico, seja ele qual for, demonstrando amor e comprometimento.

É o que Jesus nos pede.

Com certeza, já podemos oferecer.

E a paz do Mestre permanece entre nós...

Sônia Carvalho
[email protected]

Lançamento do novo livro de Sônia Carvalho “A Luz do Caminho”
Dia 18/09 das 10h00 às 14h30min
Seara Bendita Instituição Espírita: Rua Demóstenes, 834
Campo Belo - São Paulo - SP

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa