Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Ecobag: Uma alternativa à sacola de plástico

Ecobag: Uma alternativa à sacola de plástico
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Wal-Mart lança em São Paulo e Paraná a Ecobag

As lojas Wal-Mart de São Paulo e do Paraná passam a oferecer ao público a partir de hoje, dia 16, a Ecobag, uma sacola de algodão, com 50 centímetros de largura por 50 de altura, capaz de suportar até 35 quilos, como alternativa à sacola de plástico. Feita de algodão orgânico, com a inscrição "Eu faço a diferença. Uso Sacola Retornável", será vendida por R$ 2,00.

Para incentivar o consumo consciente, várias ações foram programadas. As lojas dos dois Estados receberão sinalização diferenciada. Haverá, por exemplo, carrinhos com 880 sacolas plásticas em seu interior e um banner de alerta: "Achou muito? Pois essa é a quantidade de sacolas plásticas que cada brasileiro joga fora em 1 ano. Use sacolas retornáveis." De acordo a direção do grupo, nas lojas brasileiras da rede são consumidas por ano 1,2 bilhão de sacolas plásticas.

De acordo com o Wal-Mart, as sacolas foram desenvolvidas a partir de uma pesquisa realizada durante três meses com consumidores de Curitiba, no Paraná. As mensagens de incentivo à mudança de hábito de consumo expostas na rede foram desenvolvidas pelo Instituto Akatu. Os banners e diversos adesivos foram produzidos a partir de PET reciclado. Para os funcionários, foram confeccionados jalecos com palavras de ordem incentivando a mudança de consumo.

Segundo Fábio Cyrillo, diretor-comercial para marcas próprias do Wal-Mart, o varejo tem um importante papel na difusão do consumo consciente. O grupo, segundo ele, fez a opção pelo desenvolvimento sustentado. "Faz parte de nossa estratégia comercial ser líder em sustentabilidade", explica. Além das ações internas, como reduzir em 25% os resíduos sólidos em três anos, Cyryllo diz que a organização vem trabalhando para ter escritórios e cadeia logística sustentáveis, ampliar a reciclagem de lixo, o uso de embalagens sustentáveis, neutralizar carbono, ter funcionários sustentáveis e clientes conscientes.

"Hoje oferecemos ao público 3.500 produtos sustentáveis. Quanto às nossas marcas, acompanhamos os processos e desenvolvimento sustentado das nossas cadeias de fornecimento de carvão, soja, onde temos uma parceria com a Bunge, pescado, carne bovina e produtos provenientes da Amazônia."

Cyrillo diz que o trabalho com os parceiros tem sido recompensador. "Realizamos encontros e feiras para que nossos fornecedores e parceiros possam conhecer novas tecnologias e possibilidades para seus produtos. Como resultado, hoje podemos substituir as bandejas de isopor por bandejas de fécula de mandioca. Nos produtos com marca própria, nosso fornecedor conseguiu reduzir a embalagem plástica para garrafa de água em 8 gramas. As caixas de papelão nós substituímos por plásticas, que duram mais e podem também ser recicladas.

Para o diretor-comercial do Wal-Mart, o trabalho de fundo é o de preparar as pessoas para a sustentabilidade. "Vamos treinar neste ano 20 mil funcionários, por meio de parceira com Instituo Akatu."

Por: Antonio Gaspar - DiárioNet
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa