Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

ENTENDENDO A DOR DA MUDANÇA

ENTENDENDO A DOR DA MUDANÇA
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Quando pedimos a Deus que cure nossas vidas, Ele faz brilhar uma intensa luz sobre tudo aquilo em que precisamos prestar atenção. Acabamos vendo coisas sobre nós mesmos que talvez preferíssemos não ver. Acumulamos muitas armaduras na frente dos nossos corações - um monte de medo hipocritamente se fazendo passar por outra coisa.
Como qualquer pessoa que já tenha feito psicoterapia séria sabe, o processo de crescimento pessoal não é sempre fácil. Precisamos encarar nossa própria feiúra. Freqüentemente precisamos nos tornar dolorosamente conscientes sobre a inviabilidade de certos padrões antes de conseguirmos abandoná-los.
Na verdade, freqüentemente parece que nossa vida piora antes de melhorar quando começamos a trabalhar profundamente em nós mesmos.
A vida, na realidade, não piora; simplesmente percebemos mais nossas próprias transgressões porque não estamos mais anestesiados pelo inconsciente. Não estamos mais distantes, pela negação ou desassociação, de nossa própria experiência. Começamos a enxergar a verdade sobre os jogos que jogamos.
Este processo pode ser tão doloroso que ficamos tentados a retroceder.
É preciso coragem - muitas vezes isso é chamado de "caminho do guerreiro espiritual" - para suportar as fortes dores da autodescoberta, ao invés de optar pela dor amena da inconsciência que duraria pelo resto de nossas vidas.

Aproveite e leia Sobre a vergonha de si mesmo....
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa