auravide auravide

EXERCÍCIO PARA DESENVOLVER A PERCEPÇÃO

Facebook   E-mail   Whatsapp

PRÁTICA

O Grande Mestre Huiracocha ensina uma prática muito simples para ver os Tatwas (tatwa é vibração do éter).
O exercício é o seguinte: introduza os seus polegares nos ouvidos. Feche os olhos, tapando-os com os dedos indicadores. Tampe o nariz com seus dedos médios e finalmente sele os lábios com os dedos anulares e mínimos. Nestas condições, o estudante deve tratar de ver os Tatwas, através do sexto sentido. Este olho se encontra entre as sobrancelhas.

Yogananda prescreve o mesmo exercício de Krumm Heller, aconselhando, além disso, que se use o mantram OM.

Yogananda diz que o devoto deve apoiar seus cotovelos sobre almofadas, as quais devem estar sobre uma mesa. O devoto deverá fazer esta prática diante da mesa, com o rosto voltado para o oriente. Yogananda aconselha também que o devoto se sente numa cadeira forrada com um cobertor de lã para realizar esta prática. Isto nos recorda Apolônio de Tiana, que se envolvia num manto de lã para isolar-se completamente das correntes perturbadoras.

Muitos autores aconselham este exercício e nós o consideramos muito bom. Acreditamos que com esta prática desenvolve-se a clarividência e o ouvido mágico. A princípio, o devoto não verá senão trevas. No entanto, quanto mais se esforce em praticar, a clarividência e o ouvido mágico se desenvolverão lenta mas seguramente.

Nos primeiros tempos, o devoto não ouvirá senão os seus sons fisiológicos; porém, pouco a pouco ouvirá durante a prática sons cada vez mais e mais delicados. Assim despertará o seu ouvido mágico.

Em vez de sofrer uma indigestão com tantas teorias contraditórias, o melhor é praticar e desenvolver as faculdades internas. O progresso da regeneração deve caminhar intimamente associado ao exercício esotérico. A ciência diz que órgão que não se usa atrofia. Daí a necessidade de se usar estes órgãos da clarividência e do ouvido mágico. É urgente exercitar-nos com estes órgãos e regenerá-los para conseguir a realização interna. Estas práticas não são contra nenhuma religião, seita, escola ou crença. Todos os sacerdotes, guias e instrutores de todas as escolas e ordens podem fazer esses exercícios para desenvolver suas faculdades. Deste modo, poderão conduzir melhor seus respectivos grupos.

O despertar das faculdades internas deve seguir paralelamente ao desenvolvimento cultural, intelectual e espiritual.

Além disso, o clarividente deve desenvolver todos os chacras para não cair em graves erros. A maior parte dos clarividentes cometeu grandes equívocos. Quase todos os clarividentes famosos encheram o mundo de lágrimas. Quase todos os grandes clarividentes caluniaram as pessoas. A clarividência mal usada produziu divórcios, assassinatos, adultérios, roubos, etc.

O clarividente necessita de um pensamento lógico e do conceito exato. O clarividente deve ter um perfeito equilíbrio mental. O clarividente deve ser poderosamente analítico. O clarividente deve ser matemático na investigação e exigente na expressão.


Samael Aun Weor
https://www.gnosis.org.br/_sawpage/livros/mat_perf/pmat_p10.htm


Aproveite e leia:
O Cérebro e a nova frequencia vibracional....

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa