Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 

Gestos de amor

Gestos de amor
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura

Um dia desses, eu caminhava pelas ruas do centro de São Paulo, quando me dirigi a um guarda que estava próximo:
- Bom dia! O senhor pode me informar como eu chego até a Rua Santo Antônio?
- Nossa! Faz tempo que ninguém me dá um “ bom dia”, as pessoas nem se lembram de agradecer pela informação dada...
O guarda me orientou e enquanto eu me dirigia ao endereço, fui refletindo sobre a frase dita:
- Sim, na maioria das vezes, estamos tão envolvidos com nossas preocupações, que nos esquecemos de perceber quem está ao nosso lado.
É o material escolar, IPVA, supermercado, insatisfação profissional, aquele parente complicado, separação, doenças, filhos rebeldes, faculdade, desemprego e tantos outros transtornos que parecem paralisar as nossas energias.
É nessas horas que o desânimo se faz presente.
Dá vontade de desistir de tudo, nos sentimos fragilizados, parece que Deus se esqueceu de nós.
Aí, a revolta surge, culpamos o mundo pelas nossas frustrações.
Deixamos de acreditar na amizade, na caridade e no amor.
E cada vez mais, nos fechamos em nosso universo e pequenos gestos perdem o seu significado.
Palavras simples como “ bom dia”, “obrigada”, “por favor”, perdem a sua importância.
Andamos sempre apressados e geralmente mal humorados ou depressivos.
Já repararam na quantidade de pessoas com semblante “carregado”?
São pessoas que permitiram que a dor lhes tirasse a alegria de viver.
Claro que cada um de nós sabe o tamanho de sua dor e deve ser respeitado, mas jamais devemos abandonar a esperança porque o Pai nos concedeu mais uma oportunidade de evolução e não podemos desanimar diante dos desafios.
Devemos continuar a caminhada, confiantes que poderemos vencer as adversidades da vida.
Temos que encarar cada sofrimento como um aprendizado que faz parte do nosso processo de evolução.
Devemos também encarar a vida com otimismo, porque as pessoas otimistas possuem uma aparência mais leve, mais alegre.
Não que elas não tenham problemas em sua vida ou sejam lunáticas, mas sim, que elas compreenderam que com otimismo, a fé se torna mais presente e a providência divina consegue se aproximar e nos auxiliar.
Se nos deixarmos envolver pela névoa do pessimismo não conseguiremos jamais enxergar a luz, mesmo que ela esteja a nossa frente.
Precisamos permitir, que em cada momento de tempestade, a confiança se faça presente.
Pois é essa confiança que nos impulsionará a atravessar as trevas.
Devemos compreender que o Pai jamais nos desampara.
Temos nossas dores, mas devemos lembrar o quanto de alegrias também foram concedidas pelo Pai.
E a alegria encontra-se nas pequenas coisas.
Precisamos aprender a valorizar os bens espirituais, pois eles são os verdadeiros tesouros da vida.
E também devemos procurar perceber quem está ao nosso lado, talvez essa pessoa esteja passando por um momento mais difícil do que o nosso.
Ou quem sabe, aquela que achamos tão antipática, na verdade, esteja perdida, precisando de ajuda.
E como diz o ensinamento de Jesus: “ É ajudando que também somos ajudados”.
E quando saímos do centro do problema, ele tende a perder o seu tamanho e a inspiração divina chega mais rápido.
Devemos nos conscientizar que simples gestos, como um “bom dia”, um abraço, um sorriso, um telefonema ou um carinho podem causar grandes transformações tanto em quem realiza como em quem recebe.
Quando abrimos as portas do nosso coração, o mundo também nos responde.
E o mundo carece de verdadeiros sentimentos fraternos.
O amor é uma semente que está dentro de cada um de nós e é nossa missão cultivá –la.
Porque é demonstrado amor, que também somos amados.
É tendo fé, que as lágrimas são substituídas.
É com esperança, que a tristeza cede lugar a alegria.
É confiando, que a tempestade dá lugar ao sol.
É colorindo o mundo ao nosso redor, que a névoa perde a sua força.
É espalhando amor, que o encontraremos em nossa vida.
E podemos semeá-lo a cada instante, seja através de um simples “ Bom dia” .
Quando o sentimento é verdadeiro, ele é contagiante e consegue renovar a atmosfera do ambiente, por mais sombrio que possa parecer.
E nos momentos de angústia, peçamos ajuda ao Pai e Ele nos orientará.
Porque como diz uma frase que um dia escutei: “Nos momentos de tormenta, devemos nos apoiar no evangelho do Mestre e, confiantes, seguirmos o nosso caminho...

Por: Sônia Carvalho
https://orvalhoparaaalma.blogspot.com

[email protected]
Publicado em:

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo



Veja também
Irei recomeçar
Eu posso sempre mais
Tudo tem o seu tempo
O amigo de todas as horas



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.





horoscopo



Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa