Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Gibran e os Sentidos

Gibran e os Sentidos
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Estamos acostumados com a velha desculpa: embora saibamos que nosso coração conhece a melhor decisão a tomar, nunca seguimos o que ele diz. Para compensar nossa covardia, terminamos nos convencendo de que ele estava enganado. Uma bela história de Gibran ilustra até onde nos podem levar as limitações.

O Olho disse:

- Vejam que bela montanha temos no horizonte!

O Ouvido tentou escutá-la, mas não conseguiu. A Mão falou:

- Estou tentando tocá-la, mas não a encontro.

O Nariz foi conclusivo:

- Não existe montanha, pois não sinto seu cheiro.

E todos chegaram a conclusão de que o Olho estava enganado.

www.paulocoelho.com.br

Aproveite e leia o artigo:
Caminhos que levam à montanha...
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa