auravide auravide

Liberte-se do que já passou!

Facebook   E-mail   Whatsapp

Desapegue-se de mágoas, de lugares e do passado para se tornar mais feliz.

Aproveite as dicas de Gasparetto e faça estes exercícios:

Eles vão ajudar sua alma a se libertar de mágoas, lugares antigos e fatos do passado. Está preparada?

Comecemos assim: feche os olhos e pergunte ao seu corpo: "Há algum lugar ao qual estou presa?". Existe um local com o qual você ficou energeticamente envolvida? Você ainda está lá? Veja o que aparece em sua cabeça. Agora, solte esse lugar. Deixe-o ir! O que é de lá, que fique lá.

Vá sentindo as transformações que ocorrem no seu corpo. Muitas vezes, eu imagino que umas mãozinhas espalhadas por todos os lados vão empurrando essas energias pra fora. É gostoso fazer isso, porque você ativa certos canais de energia da sua aura, e eles expulsam da sua cabeça esse lugar do passado. Repita: "O mundo não tem força sobre mim. Nada me impressiona. Eu sou dona de mim e não posso me deixar influenciar por nada, por ambiente algum. Eu ajo da maneira que quero. E não só reajo".

Agora, pergunte ao seu corpo a que fato do passado você está presa. Veja que acontecimento é esse e quem são as pessoas envolvidas. São coisas mal resolvidas pra você: se seu corpo está trazendo à tona, é porque não foi assimilado, não foi aceito. Pois é, leitora, quando não aceitamos um fato, ficamos presos a ele. Ficamos atados ao ambiente e às pessoas. Mas tudo já passou, né? Ficando conectada ao passado, você cria um gancho que não lhe deixa seguir em frente.

Assim acontece com as mágoas. Se você tem mágoa de alguém, fica presa a ela numa ligação obsessiva e dolorosa. Então, liberte-se! Aceite os fatos e diga a si mesma: "Eu fui o que fui e o que deu pra ser. Eu me absolvo de qualquer complicação. As pessoas também fizeram o que acharam ser o certo e, por isso, eu as absolvo. Aceito as transformações da vida sem entrar em conflito com elas. Procuro recebê-las com inteligência e não com teimosia ou arrogância. Eu me desapego dos ressentimentos e abandono o passado. Deixo as mágoas pra trás, sinto-me limpa e leve. Só há o agora, a minha vontade e minha posição no presente".

Experimente, agora, soltar seus ouvidos. Pense assim: "Eu deixo ir embora tudo que ouvi. Eu não dou valor ao que os outros falam. Cada um é livre para ter a própria opinião. Ninguém é um obstáculo na minha vida, porque não dou valor algum ao que eles falam. O que interessa é o que penso, o que eu falo, o que é meu, o que sou".

Repare como essa postura vai interferindo positivamente nas suas sensações, no seu campo energético. Repita essa reflexão várias vezes até sentir, com o coração, o sentido profundo da frase. Continue: "Não dou importância ao que os outros falam e pensam de mim. Deixo ir embora todas essas conexões. O importante é a paz".

Repita várias vezes a palavra paz. Seu campo reage, se purifica, se desconecta dessas amarras. Você desmancha trabalhos que, inconscientemente, fez há anos. Vamos lá: pense em PAZ. Paz é acreditar que as coisas podem ser feitas sempre pelo bem. Sem guerra e sem luta - pela inteligência e pelo amor.

Luiz Antonio Gasparetto

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa