auravide auravide

MEDITAÇÃO É SUA NATUREZA

MEDITAÇÃO É  SUA NATUREZA
Facebook   E-mail   Whatsapp

O que é a meditação? É uma técnica que pode ser praticada? É um esforço que você deve fazer? É algo que a mente pode atingir? Não é nada disso.
Tudo o que a mente pode fazer não é meditação, pois a meditação está além da mente e não pode ser penetrada por ela. Onde a mente acaba, a meditação começa. Lembre-se disso, pois, em nossas vidas, tudo que fazemos é feito pela mente.

A meditação é sua natureza intrínseca, não tem nada a ver com suas atividades.

A meditação é um estado de clareza e não um estado da mente. A mente é confusa, nunca está clara. Não pode estar. Os pensamentos criam nuvens a seu redor, nuvens sutis.
...
A meditação é essa clareza absoluta da visão. Não é possível pensar sobre ela. Você deve parar de pensar. Quando digo “parar de pensar”, não tire conclusões apressadas, pois tenho que usar este idioma para me expressar. Eu digo “pare de pensar”, mas, se você fizer um esforço no sentido de parar, estará no caminho errado, pois terá mais uma vez reduzido a meditação a uma ação.
“Pare de pensar” significa apenas: não faça nada. Sente-se. Deixe que os pensamentos se acomodem. Deixe que a mente pare por conta própria. Apenas sente-se olhando para a parede, em um canto silencioso, sem fazer nada. Relaxado. Solto. Sem esforço. Sem ir a lugar nenhum. Como se você estivesse dormindo acordado – você está acordado e está relaxando, mas todo o seu corpo está caindo de sono. Você permanece alerta por dentro, mas todo o corpo se move para um relaxamento profundo.
...
Sente-se e, um dia, a meditação acontecerá. Você não a trará, ela virá até você. E quando vier, você irá reconhecê-la imediatamente. Ela sempre esteve lá, mas você não estava olhando na direção adequada. O tesouro estava com você, mas você estava ocupado com outra coisa: pensamentos, desejos, mil outras coisas. Não estava interessado na coisa mais importante: seu próprio ser.

A mente só pode ver uma coisa de cada vez. portanto, quando você está prestando atenção nas palavras, não é possível ver o silêncio que vem depois de cada uma delas. Mude seu foco. Sente-se, silenciosamente. Comece a olhar nos intervalos. Sem esforço, sem estresse. De forma relaxada, fácil, como se fosse algo divertido, como se fosse um jogo.

Palavras vão e voltam, o silêncio permanece. Quando você nasceu, nasceu como silêncio – apenas intervalos e intervalos, espaços e espaços. Veio ao mundo com um vazio infinito, um vazio sem limites que trouxe você à vida. E então você começou a colecionar palavras.
O vazio é seu ser.

Osho
(trechos do livro “Aprendendo a silenciar a mente, um caminho para paz, alegria e criatividade”)


Recebido de Cristina Moreira


Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa