auravide auravide

O MEDO DO FUTURO


Os sentimentos do Medo do Futuro são: preocupação, insegurança, ansiedade, irritação e podemos ficar aflitos, inquietos, receosos, tensos, insones. Neste parâmetro temos a sensação de que alguma coisa vai ou pode dar errado; somos impelidos por nós mesmos a escolher o que julgamos verdadeiro e/ou ter um comportamento perfeito sob nosso ponto de vista. Assim, por almejar o melhor, não nos ofertamos a chance de errar; ou ainda, por desejar o êxito total, não vislumbramos que possam ocorrer obstáculos. Pronto! Está instalado a preocupação de não poder fracassar ou perder o que conquistou.

Por outro lado existem aquelas pessoas que tem medo de sentir medo! As quais eu sempre pergunto: por que viver com pavor de que o pior aconteça? Por que viver à mercê da opinião dos outros? Por que se preocupar com situações que ainda não aconteceram? Por que esperar ser salvo pelo destino? Saiba que as pessoas medrosas somente atrairão desapontamento, desanimo e, comumente, desejam saber: “Estou agradando? Será que ele vai adorar o jeito que sou? Será que meu chefe gosta de meu trabalho? Será que passarei no exame? Será que serei feliz no casamento? Ah Se Deus me ajudasse!... Tivesse um pouco de sorte!”.

Você sabia que a coragem significa agir quando se está com medo ou uma bravura face ao perigo? Então, coragem, meu caro leitor! Não tenha medo de sentir o medo! O medo pode significar que estamos nos protegendo de alguma coisa; mas não podemos ficar paralisados. Minhas avós sempre diziam: se correr o bicho pega; se ficar o bicho come. Ou seja: somente combatendo os problemas, enfrentando-os cara a cara é que poderemos encontrar soluções; fugir, somente piora os conflitos e sempre perderemos a batalha final.

A inação, a inércia, o adiamento ou a hesitação somente agrava os obstáculos e os problemas, pois se cria o medo do desconhecido.
O medo é como uma floresta fechada, quanto mais profunda, mais escura e aterrorizadora. Assim, a imaginação, a fantasia e o devaneio, agem contra nós; traímo-nos com pensamentos negativos e partimos do pressuposto de um resultado que ainda não ocorreu. Nossa, que loucura!

Entenda que a preocupação é uma fé cega no pior resultado, podemos dizer que em determinados momentos poderá tanger a uma obsessão; esta atitude nunca resolve nada e nem nos prepara para nada. Afinal, nosso universo mental não consegue encontrar uma verdadeira solução e quanto maior a preocupação, maior a probabilidade de situações negativas ocorrerem. A melhor maneira de enfrentar o medo, a preocupação, a ansiedade ou a insônia, é deixar as situações fluírem e, a cada momento, pensar somente no que for preciso, nem mais, nem menos.

Ninguém poderá descobrir exatamente como será o desfecho de nada, tudo na vida é uma variável e ninguém é autosuficiente em todas as situações. Quando perceber que ninguém fica a seu lado por obrigação, que a vida sempre oferta novos caminhos, que as chances são dadas de forma igual, você ficará menos preocupado com possíveis abandonos, solidão, falta de dinheiro e poder sobre as pessoas.

Tenha certeza de que cada ser humano é um mundo diferente e maravilhoso; portanto, ninguém desenvolverá a mesma atitude, que possamos julgar negativa ou positiva, conosco, a não ser que continuemos no mar do egoísmo, vaidade e medo.
Quanto mais medo nós tivermos, mais nos fechamos para a vida, mais dura ela se torna para nós, mais amargos ficaremos, mais desconfiados e tristes estaremos. Por outro lado, não adianta dizer que uma determinada situação irá se realizar, pois a ansiedade e o medo são gerados pela própria pessoa; assim, somente ela poderia eliminar tais atitudes negativas.

O segredo em eliminar o medo do futuro é perdoar a si mesmo e aos outros pelos erros que possam ser cometidos, aceitar a vida como ela é: dinâmica; também, ter absoluta autoconfiança. Somente assim poderemos sentir a paz interior, caso contrário, o amor dificilmente brotará de novo em nossos corações.

Texto baseado no livro "Onde está minha felicidade? Nei Naiff - Ed. Nova Era".
https://www.neinaiff.com/autoajuda/medo.htm


Publicado em:




Comentários



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa