Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

O sol sempre a brilhar

O sol sempre a brilhar
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Mais um dia surge em nossas vidas... não importa o tempo que esteja fazendo lá fora, mas o sol sempre estará a brilhar dentro de nós.

Sintonizados a essa luz interna, nos elevamos até o Alto e sentimos toda a presença do Pai Misericordioso em nossa vida.

E assim, nos sentimos fortalecidos e com determinação para enfrentarmos mais um dia, reconhecendo o quanto podemos realizar nesse dia, que é mais uma dádiva que a Providência Divina nos concede.

Reescrever a nossa história, abandonando caminhos tortuosos, reconhecendo os erros, mudando atitudes, semeando o amor, aliando-se a espiritualidade maior e arregaçando as mangas para semearmos a terra que está a nossa frente e com isso, cultivamos os bons frutos do amanhã.

Sim, hoje podemos fazer tudo isso, porque o hoje é o nosso momento!

Momento em que podemos dar início às transformações, sem se importar se elas demorarão ou não para se concretizarem, mas compreendendo que o primeiro passo se faz necessário e os outros passos virão gradativamente, a medida que vamos evoluindo espiritualmente.

O sol brilha dentro de nós, lembremos sempre disso e usemos essa luz para iluminar nosso potencial interno e vencermos as barreiras que tentam bloquear nosso crescimento.

Não temamos a reforma íntima, porque se realmente quisermos atingir novos horizontes, ela é o caminho!

Vibremos o bem e em cada esquina de nossa caminhada, lá estará ele multiplicado e nos auxiliando diante das tormentas.

Celebremos a vida, porque ela é uma benção do Pai, que jamais nos desampara, acreditemos em Seu apoio, verifiquemos que o fardo que carregamos não é maior que a nossa força, então lado a lado com o Pai, sigamos, sabendo que podemos caminhar com os próprios pés.

Não abaixemos a cabeça, nos sentindo frágeis e vencidos diante da dor que arremata nossas alegrias, pelo contrário, silenciamos nosso íntimo, reflitamos, sintamos a inspiração dos nossos mentores espirituais, reconfortamos nosso Espírito, levantemos nossos olhos para frente e sigamos, porque a vida volta sempre a se renovar diante de nós.

Equilibremos nossas emoções, desconfiando sempre daqueles pensamentos tristes que chegam de repente e buscam nos contaminar, nos levando ao ódio, à descrença, à inveja, ao desespero e a fragilidade moral. Busquemos pelo Evangelho do Mestre, recordando Suas palavras: "Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida" e se nos mantivermos com Ele, venceremos qualquer escuridão.

Agradeçamos a cada instante que vivermos, mesmo que no agora, não seja o melhor momento de nossa existência, mesmo que as lágrimas estejam presentes e o sofrimento machuque nosso íntimo, mesmo assim, agradeçamos, porque o Pai sempre sabe o que faz, e com certeza busca pelo nosso amadurecimento espiritual.

E nos momentos de dor, consola nosso espírito, nos dando forças e nos preparando para que possamos prosseguir, cabendo a cada um de nós, enxergar essa Luz Divina que sempre está a nossa frente, pronta a iluminar o caminho, mas não esqueçamos que para que possamos senti-la, necessário é que combatamos as cegueiras espirituais que ainda carregamos na bagagem.

Louvemos sim ao Alto, mas não fiquemos apenas esperando que a Providência Divina venha ao nosso socorro e modifique tudo a nossa volta, reconheçamos que somos responsáveis pelo caminho que escolhemos, que jamais estaremos desamparados, mas que cabe a cada um de nós decidir com qual companheiros espirituais iremos nos sintonizar e continuar a jornada.

Cultivemos o otimismo como parceiro de caminhada, porque só ele nos auxilia a mantermos a esperança viva e com esperança, tudo a nossa volta, mesmo que com tempestade, se torna mais sereno e confiantes sabemos que podemos atravessar esse período de tantas adversidades.

Nos instantes em que vozes ocultas buscarem nos influenciar a desistirmos, voltemo-nos a nos lembrar do Mestre caminhando sereno em direção ao Calvário, a sua demonstração de Amor na cruz, mas acima de tudo retornando com toda a Sua Luz e nos dizendo amorosamente: " Eu vos dou a minha paz" e com essa paz, tenhamos a certeza que Jesus sempre permanece entre nós e com Ele nada temos a temer.

Compreendamos que somos todos irmãos, não guardemos ofensas ou mágoas alheias, porque seremos sempre os mais prejudicados internamente com esses sentimentos, semeemos a fraternidade e o perdão e quando este ainda não for possível, entreguemos nossos desafetos à Sabedoria Divina e também estendamos nossas mãos a essa espiritualidade maior, pedindo que ela nos guie ao caminho de luz e aos poucos, sentiremos os ensinamentos de Jesus vibrando dentro de nós e o veremos como o perdão se tornará possível.

Confiemos sempre, não nos importando com o que está a nossa frente, mas confiantes no amparo divino que nunca tarda, prossigamos deixando as dúvidas para trás, assim como o medo que quantas vezes teima em nos acompanhar.

Apenas confiemos, porque se aqui estamos, é porque temos muito potencial para enfrentarmos as dificuldades e evoluirmos espiritualmente.

Prossigamos, porque somos filhos de Deus e o Pai nos espera de braços abertos e até Ele, somos sim capazes de chegar.

Confiemos e passo a passo caminhemos, passando por espinhos e vendo que eles ficarão para trás.

Confiemos e sintamos o sol sempre a brilhar, porque o sol nasce primeiramente dentro de cada um de nós....

Sônia Carvalho
[email protected]
Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa