auravide auravide

Perdoar


O amor verdadeiro é um sentimento divino.
E ele tem inúmeros filhos, dentre os quais o perdão.
Perdoar para uns, é fácil.
Para outros, difícil.
E para alguns, impossível.
Há pessoas que preferem guardar as ofensas e mágoas por toda uma vida.
E nem percebem como a bagagem tornou-se pesada.
Conseguem lembrar de acontecimentos que ocorreram há muito tempo, conservando a raiva no coração e se recusando a perdoar os fatos que já perderam a sua importância.
Preferem transformá-los em verdadeiros monstros de estimação. E passam uma vida sendo atormentados por eles.
Muitas vezes, não se perdoa por vaidade, capricho, por imaginar que perdoando estaremos mais fracos.
Como se ao conceder o perdão fossemos nos sentir humilhados, vencidos.
Não, não vamos dar o braço a torcer, o outro nos magoou e merece a punição eterna.
Preferimos machucar o coração com sentimentos negativos do que simplesmente perdoar.
Algumas pessoas até adotam o famoso ”Perdôo, mas não quero lhe ver mais”.
Que perdão é esse?
O perdão verdadeiro não, afinal quando realmente perdoamos, não fazemos exigências e se for necessário estendemos a mão em auxílio, mesmo sem o outro ter pedido.
Ih, isso não existe!!! – dirão alguns.
Mas existe sim, basta darmos o primeiro passo.

Quantas vezes também não procuramos o perdão pelos atos cometidos?
Se alguém dizer que nunca se arrependeu de algo que tenha feito ou dito, certamente estará mentindo.
Na maioria das vezes, falta a humildade de reconhecer os erros. Queremos parecer tão fortes, tão imbatíveis, que pedir perdão é extremamente vergonhoso.
Porém, quantas vezes já não fomos perdoados?
Não adianta fingir, mesmo não assumindo, foram muitas. E se somos perdoados por que não perdoamos?
Ah, mas o que eu fiz não foi assim tão grave. Ou ele não poderia ter feito isso.
São tantas desculpas apenas para justificar nossa ignorância de espírito.
Preferimos colecionar inimizades, enchendo o coração de tristeza e o corpo de doenças.
Quando talvez, uma simples palavra resolveria tanta coisa.
Infelizmente, para muitos o perdão é algo que não pode ser concedido.
Quantas pessoas se afastam pela falta de perdão?
Quantos filhos se vão porque os pais lhe negam o perdão?
Ou quantos pais se perdem porque os filhos não lhe mostram o perdão?
Quantos amores acabam porque o perdão não é dito?
E quanto tempo se perde porque escondemos o perdão?
Esquecemo-nos aquela antiga frase: “Fazei aos outros o que gostaria que eles fizessem a você”.
Porque, se amanhã almejamos o perdão, devemos perdoar hoje.
Porque só quem realmente perdoa, pode ser perdoado.
Não importa os erros cometidos, quando perdoamos os ataques sofridos, Deus também perdoa as nossas falhas.
Perdoar é esvaziar a mala.
É encher o coração de alegrias.
É suavizar a alma.
É romper com o sofrimento.
É acender a luz da esperança.
É renovar a fé.
É iniciar uma nova vida.
Porque quem perdoa ganha novas forças para recomeçar.
Perdoar é ter a certeza de que não há mais correntes a nos prenderem os passos.
De que podemos continuar a nossa evolução.
E perdoar é ter a consciência de que Jesus, mesmo na cruz, nos perdoou.
E se ele nos perdoou, por que não podemos fazer o mesmo?
Iremos perceber quantos espinhos cairão.
Perdoe.
E não olhe para trás para relembrar as falhas.
Perdoe.
E volte-se para o céu.
Perdoe.
E siga de cabeça erguida.
Perdoe sempre e a vida também lhe concederá o perdão.
Afinal, todos nós iremos cometer inúmeros erros no decorrer de nossa jornada.
Por isso, perdoe e será perdoado.

Sônia Carvalho
soniacarvalho0707@gmail.com
Publicado em:




Comentários



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa