auravide auravide

Quando fecho meus olhos

Quando fecho meus olhos
Facebook   E-mail   Whatsapp

Quando fecho meus olhos percebo uma multidão de ideais e vontades ainda mal resolvidas e até mal aventuradas...

O que eu vejo?

Sinto pessoas vivendo, pagando carmas antigos, débitos com amores mal resolvidos.

Todos carregam duas mochilas.

A que está na frente contém passagens daquilo que pensamos ter e de alguma forma ser.

Bijuterias passadas, relógios de atrasos e desaprovação, diplomas da faculdade do querer e tão somente isso.

Quase que em sua totalidade somente avistamos essa primeira bagagem vital.

Esquecemos a esperança que levamos às costas, todas as boas recordações da infância junto com tropeços e quedas que nos fizeram crescer e enfrentar medos, bem ao fundo, distante da nossa memória, nossa compaixão e amor próprio se encontram com restos da saudade da família reunida, os rostos à mesa, esperando o belo quitute de natal.

Esse fardo fica aparente para aqueles que acreditam no invisível e no impossível, pois perante da vastidão de mistérios e incertezas da vida, assim como do universo, tudo é de fato possível...

Do amor impossível ao que restou do último fragmento de coragem em nossa alma...

Quando fecho os meus olhos, as que dizem ser janelas da alma, sinto a imensidão e as infinitas possibilidades da minha razão e emoção somadas ao que busco em relação aos meus maiores sonhos...

Note...

Ao fundo, na mente, tudo é possível!

Creio que nossas crianças têm a chave da felicidade infinita, pois estão boa parte do seu tempo no mundo da imaginação e abertos a um diálogo complexo que pode muito bem se resumir a um breve sorriso de confiança.

Imaginar é estar no impossível, a mais bela invenção surgiu de um pensamento que não existe...

Tudo é possível!

Feche os olhos também...

Maurício Rocha
https://asuavez.blogspot.com/

Facebook   E-mail   Whatsapp




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa