Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Vestuário Chamado Corpo Carnal


Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


O corpo carnal é como uma roupa, pois, quando fica velho, "descostura-se" em alguns pontos. A isso dá-se o nome de "doença". Mas os jovens também adoecem às vezes, do mesmo modo que roupas novas também ficam sujas ou se rasgam.
Felizmente, o vestuário chamado "corpo carnal" é muito prático, pois ele se conserta por si mesmo. Podemos dizer que ele "costura o próprio rasgão". Em suma, no corpo carnal atua a maravilhosa força vital, que lhe restitui o aspecto original perfeito.
Por isso, mesmo que fiquemos doentes, não há razão para nos afligirmos. Se mantivermos a disposição mental calma e confiante, a cura ocorrerá naturalmente. Fato lamentável é que muita gente, mesmo ao ser acometida por uma doença sem nenhuma gravidade, fica preocupada e nervosa, corre para o médico ou abusa de medicamentos. O mais importante é manter a mente tranqüila, sabendo que a força vital tem o poder de realizar a cura natural.
Devemos dar especial atenção ao fato de que a roupa chamada "corpo carnal" sofre alteração conforme a postura mental do "usuário".
Para se tornar saudável é imprescindível manter a mente tranqüila. Quando se está com a mente conturbada, esse estado se reflete no corpo, tornando-o suscetível a doenças e acidentes.
Obviamente, para manter a mente serena e boa disposição espiritual, é preciso evitar pensamentos que gerem temor, tais como: "Será péssimo se eu adoecer". O temor suscitado pela idéia de doença torna a mente conturbada. Em vez de pensar na doença, deve-se concentrar a mente em agradecer a todas as pessoas, todas as coisas e todos os fatos. Preenchendo a mente com pensamentos alegres e radiosos, tais como: "Quantas bênçãos, quanta felicidade!", toda pessoa consegue obter saúde e tornar-se mais feliz em todos os aspectos da vida.
Como devemos proceder para cultivar o sentimento de gratidão? Para isso, precisamos procurar e descobrir em todas as pessoas e todas as coisas os pontos positivos, as qualidades que nos alegram e nos gratificam. O mais importante, porém, é conhecer a Verdade de que todos somos vivificados por Deus.
Não nascemos neste mundo por termos tomado, nós próprios, a decisão de nascer. Sem que nos déssemos conta disso, nascemos e somos mantidos vivos. A fonte da força vital que nos gerou e mantém a nossa Vida é Deus. Portanto, é lógico que devemos agradecer sempre a Deus, mentalizando palavras de gratidão.
Em seguida, devemos agradecer a todas as pessoas e todas as coisas. Olhando o mundo à nossa volta, percebemos que são inúmeros os fatos que nos proporcionam alegria e gratidão. Basta reconhecê-los e proferir palavras de agradecimento. Vamos agradecer ao ar, à água, à luz solar e outros elementos da Natureza que nos mantêm vivos. Vamos agradecer sinceramente pela benção de ter pais, marido (ou mulher), filhos etc. Mesmo que não simpatizemos com alguém, devemos pensar que certamente tem pontos positivos, a bondade oculta etc., procurar e descobrir suas qualidades e proferir palavras de gratidão. Assim, alcançamos o estado de total serenidade mental e tornamo-nos capazes de agradecer realmente a todas as pessoas, todas as coisas e todos os fatos.

Seicho Taniguchi
Da revista Hikari no Izumi (Fonte de Luz), ano LV, 4/94, pp. 34-41
Revista Fonte de Luz - Março / 2006
www.sni.org.br

Publicado em:




As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa