Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

RAIVA

RAIVA

A raiva é uma emoção forte que significa estarmos em “desacordo” com alguma coisa que nos foi injustiçada, ou que acreditamos assim ter sido. Deste ponto de vista, portanto, ela serviria para nos impulsionar nas ações. Isto é, por meio do impulso da raiva poderíamos nos sentir mais “motivados” a agir e resolver uma situação que nos incomoda ou foi injusta.

Mas o medo de não sermos amados segura a raiva em nós! Então, aí, não sabemos lidar com esta força, ou por medo de expressá-la aos outros ou por medo dela própria. .

Entretanto, ao não lidar com a raiva, ela “fica” em nós promovendo desconforto e se apresentará de alguma forma, seja explosiva, seja em doença ou até depressão. Quando a raiva fica em nós, independe dos anos e tudo continua como se fosse ontem. Isso porque ela faz parte das nossas emoções, e a emoção é atemporal.

Mas ela pode ser lidada de forma saudável. Primeiro, é preciso entendê-la: a raiva está localizada no campo emocional. Temos o campo físico, mental, espiritual, emocional e astral. Claro que do emocional, ela se estende ao físico: rosto vermelho, punhos acirrados, dentes que rangem etc.

Precisamos entender que a raiva nada mais é do que a nossa energia vital distorcida. Explico melhor. Todos nós temos uma energia inerente ao ser humano que é para construir e não destruir. Temos poder, vitalidade, aquilo que nos impele para a ação. Mas quando essa energia é boicotada, retirada, parada, inibida seja por educação, circunstâncias familiares, ou por não conseguirmos expressar ainda o que queremos, então ela vem em forma de raiva. Ou seja, é a mesma energia, é o mesmo impulso, só que “distorcido”, sem controle. É a nossa força vital que ficou “boicotada” e se transformou em raiva independentemente do que a provocou.

Zaquie Meredith

Aproveite e leia: O medo do sentimento...
Publicado em:

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Veja também
Não se deixe vencer
Renove seus passos
São tantas as vitórias
O sol da esperança



As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo de uso STUM.




Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa