auravide auravide

Atos Extremos!


Facebook   E-mail   Whatsapp

O que leva pessoas a praticarem atos extremos, do assassinato de outras até o por fim à própria vida? E vamos nos deter nesse último: o suicídio. Muitas teorias, muitos relatos e muitas cartas de despedidas e tentativas de explicarem os atos praticados. Mas são tentativas de explicar o inexplicável, pois a dificuldade dos familiares e amigos, que aqui ficam em entenderem e aceitarem o ocorrido, são enormes. O tema ganha maior complexidade à medida que a ocorrência atinge a todas as classes sociais, sexos, raças. Da perda total de interesse pela vida a uma grandiosa dor interior, o ato é uma busca de se colocar um ponto final a tamanho sofrimento. Uma coisa podemos dar como certo: o rompimento com a Fé. A perda da esperança. O não acreditar que se possa mudar o quadro de vida existente naquele momento. Para muitos é um ato de desespero. Envolvem-se em situações que terão dificuldades de responder por elas e então eis o “sequestro mental”, o não ver saídas a não ser o acabar com tudo. Há pouco tempo foi noticiado o caso de duas garotas que se mataram por motivos semelhantes: haviam tirado fotos em situações de exposição íntima e essas fotos foram parar na internet. Envergonhadas e sem sentirem condições de enfrentar seus pais, se mataram.
Eis a incoerência que se estabelece: a fraqueza para o enfrentamento desencadeando a força para o gesto que lhe representa o ponto final. Covardia e coragem, as duas faces da mesma moeda... A falta de acolhimento, de respeito e críticas constantes são fatores externos que contribuem para tal gesto. A falta de autoestima, o medo da não aceitação dos que os cercam, o não conseguirem se aceitar em suas escolhas, suas responsabilidades, são fatores internos que favorecem a busca da saída mágica.
No mundo moderno, a banalização da vida humana, a falta e distorção de valores tornam essa ocorrência muito mais comum. Atitude tresloucada e de pleno desequilíbrio, mesmo quando cuidadosamente planejada não deixa de ser um estado de mente adoecida, onde as ideias se fixam no ato crucial e o raciocínio só se permite funcionar no calcular frio e detalhista para a pratica do mesmo. Condutas como sexo inconsequente, drogas, hostilizações, praticas que atentam às leis e normas da família e da sociedade, conflitos internos como assumir seus sentimentos e emoções, uma manifestação sexual contrária a esperada pelo meio: a homossexualidade e muitos outros fatores podem desencadear este gesto. A falta de amor, a opressão, o rompimento gradativo do que lhe é importante, a incompreensão não só dos outros, mas própria também são “fertilizantes” de uma mente que só identifica na morte a melhor saída.
A fragilidade para enfrentar o dia a dia com todas as responsabilidades das escolhas feitas e suas consequências, o sentir a vida como uma agressão a si mesmo leva então ao ato crítico, autoagredindo-se e revidando a agressão da sociedade com a própria morte. Aos que ficam, o surgimento de um sentimento de culpa que poderá se arrastar para o resto da vida, e muitas vezes essa foi a intenção do suicida: penalizar o outro. Mas é importante que se saiba que por mais que se possa ter errado com a pessoa que se matou, a opção pela morte é do próprio suicida. O desejo de morrer expressa a grande vontade de se colocar um ponto final nas situações que estão perturbando, fazendo sofrer, desequilibrando. É o querer interromper a dor, seja ela qual for. Observar as pessoas em todas as faixas de idade, realmente enxergar quem está ao seu lado possibilita perceber que algo não está bem com ela e dá a condição de procurar então acolhê-la, e assim permitir que ela possa se expor sem críticas, o que poderá ser a interrupção dessa jornada que muitos iniciam e grande número atinge seu destino: o próprio fim!



Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Almas Gêmeas clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa