auravide auravide

Equilíbrio nas relações


Facebook   E-mail   Whatsapp

Quando decidimos colocar uma pessoa em nossa vida, devemos saber que nossa rotina mudará drasticamente. Tudo se torna novo e, até nos acostumarmos com as novidades, podemos sentir que nosso cotidiano está bagunçado. Depois de um tempo de relacionamento, descobrimos as verdadeiras facetas da pessoa que estamos. Embora possamos querer sempre mostrar nossa verdade, somente com os acontecimentos é que deixamos muitas atitudes aflorar.

É a partir deste momento que nossa relação começa a passar pela transformação crucial. Normalmente, não conseguimos reconhecer o ser amado, pois, uma vez que as emoções começam a serem demonstradas, poderemos ver realmente como esta pessoa é nos momentos em que se desequilibra.

É fácil sentir-se traído e deixar a relação de lado. Também torna-se conveniente abrir mão da relação em prol da autoproteção. Mas a verdade é que não somos perfeitos e devemos aprender a balancear os acontecimentos. Ninguém gosta de agressividade, mas todos temos uma tendência natural a explodir quando nos sentimos agredidos ou acuados. Se aprendermos a ver cada nova situação como um acontecimento isolado, poderemos desenvolver um sistema bastante justo de análise.

Todos temos dias de fúria, e ninguém é feliz todo o tempo. Se conseguirmos manter a calma logo após o acontecimento de uma briga ou situação desagradável, podemos analisar friamente a pessoa que está ao nosso lado. Para que uma relação possa sobreviver a estes tipos de acontecimentos, devemos aprender a ver o que está acontecendo no momento presente. Se nosso companheiro está passando por uma situação difícil em algum aspecto da vida. Se o que aconteceu foi uma repetição de algo que já o magoou profundamente.

Estes pontos são importantes pois demonstram que nosso companheiro não se encontra em seu normal. Todos temos fases que nos sentimos com os nervos à flor da pele. Podemos estar mais sensíveis. Se você conseguir identificar um problema que esteja acontecendo fora da sua relação, poderá entender que aquela explosão não aconteceu com você. Foi uma junção de fatores que acabaram fazendo o parceiro ser o alvo de sentimentos que não são para ele. É aqui que devemos olhar todo o histórico da relação e analisá-lo juntamente com nossos sentimentos. Se você tem um maior ponto favorável, se esta pessoa lhe faz mais bem do que mal, vale a pena você compreender o outro lado até para poder ajudar a quem ama.

Não devemos ficar apegados ao passado, pois podemos acabar julgando esta pessoa erroneamente. Se você só se lembrar dos fatos negativos, acabará sendo cruel nos seus pensamentos. Se você for uma pessoa que ainda guarda mágoas de outras relações, poderá adicionar todos os sentimentos frustrantes de sua vida à imagem da relação atual. Nada justo.

O amor é feito de compreensão e entendimento. Devemos saber dosar nossas emoções para que nossas relações não sejam baseadas em reações. Quando pensamos e ordenamos nossas idéias, podemos ver a verdade por trás de todas as atitudes alheias. Vale a pena tentar identificar o porquê de se ter uma atitude que nos desagrade. Só assim, poderemos saber se nossas escolhas estão certas ou se devemos partir para um novo começo.

Acredito que depois deste tipo de análise, a melhor atitude para quem decide continuar na relação seja tentar ajudar a pessoa amada. Devemos nos lembrar de que, às vezes, a ajuda pode ser dada através do não-envolvimento. Assim que nosso parceiro acertar o que está lhe aflingindo, devemos buscar expor o que estamos vendo e o que as atitudes desta pessoa está fazendo em nossas vidas. Desta forma, poderemos evitar conflitos em momentos errados mas manteremos nosso bem-estar em primeiro lugar. A reclamação não é a melhor solução. Devemos tentar manter a conversa e a troca de informações em um nível saudável.

Se nos lembrarmos de que ninguém é perfeito, poderemos ver um ponto que nos dê a vontade de investir. Uma relação duradoura acontece com várias fases. Se tivermos a sabedoria para lidar com os acontecimentos, poderemos ter a eficiência de nos transformar e às nossas relações.
Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 35


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Liliane Mattoso   
Liliane Mattoso é taróloga, astróloga, terapeuta quântica e complementar. Formada Terapeuta Complementar- Faculdade Montesssouri. Apresentadora - Programa Mudando a Realidade – Instituto BioSegredo TV. Participação mensal - Programa Simone Arrojo – Radio Mundial. Conselheira site Guruweb. Colunista da Revista América - EUA
E-mail: tar[email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Almas Gêmeas clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa