auravide auravide

Mulher moderna... Nem tão moderna assim?!


Facebook   E-mail   Whatsapp

Aos vinte e poucos anos, o futuro nos parece brilhante, tudo pode acontecer e, de repente, você se vê aos trinta anos e tudo parece igual quando se tinha vinte; porém, agora, com peso da idade nos ombros. É como se tudo aquilo que havíamos sonhado para nós, escorrece de nossas mãos como grãos de areia.

Na verdade, aos vinte anos ainda estamos muito ligados aos papéis sociais que nos são impostos, acreditamos no pré-estabelecido e fazemos de tudo para segui-lo, estranhamente, já que aos vinte anos deveríamos ser, por natureza, um pouco mais rebeldes e avessos às regras socias impostas. Em termos práticos de vida, estamos muito mais ligados a tudo isso nessa idade do que quando chegamos a uma idade mais avançada.

A rebeldia é externa, encontra-se nas roupas, nos cabelos e na maquiagem. No comportamento do tipo "não tô nem aí"; quando no fundo do coração, a pessoa se importa sim, e muito. Deseja muito aceitação e pior, sem perceber, pois essa é a idade da arrogância e da megalomania de achar que pode tudo.

Talvez hoje, a mulher seja ou se sinta muito mais cobrada, pois além de encontrar o homem dos sonhos, casar e ter uma linda família, ela ainda precisa ter uma carreira muito bem-sucedida. Não podemos também deixar de lado a aparência física, que deve estar impecável dos vinte aos sessenta anos, se possível parecer vinte quando se tem trinta, parecer trinta quando se tem quarenta anos, e assim por diante. Meu Deus!!! Quanta maluquice e insanidade! Queremos o impossível!

Essa cobrança é social, mas somos nós que a deixamos entrar. Abrimos as portas para que a sociedade faça o que quiser de nossas vidas. Seguimos o fluxo da vida, inconscientes, sem nos questionar se tudo aquilo é realmente para nós, se tudo aquilo tem alguma coisa a ver com gente.

Já senti eu mesma esse peso e me cobrei muito, talvez ainda me cobre e vejo isso refletido nos anseios das minhas clientes e sinto o peso dessa cobrança na alma delas. Elas vêm aqui, na esperança de ouvir que irão conhecer aquela pessoa especial, irão finalmente se encontrar no mundo dos negócios, ou seja, querem saber se o tal do está no destino delas. Infelizmente, nem sempre posso afirmar isso a elas.

Algumas, muitas, já não acreditam mais no amor ou se acreditam, acham que isso talvez não seja pra elas. Tudo bem se não for, o problema é achar que só vivendo um grande amor ou tendo uma carreira dos sonhos é que você será feliz e isso não é verdade.

A cobrança social passa a ser uma cobrança interna, a pessoa acredita que só será feliz dentro dos modelos socialmente estabelecidos e aceitos, o que não é verdade, mas até que a pessoa entenda isso demora; é um processo a ser trabalhado, pois interiorizamos esses valores de tal forma que os sentimos como sendo parte de nós mesmos.

Em meio a tantas coisas adquiridas através do meio em que vivemos, somadas ao que realmente somos, ficamos perdidos procurando quem somos nós afinal, e onde está a nossa felicidade. Só que antes de descobrir tal enigma, precisamos fazer uma viagem para nosso mundo interior e perceber, reconhecer o que nos pertence e o que não nos pertence e aí, limpar o excesso ali dentro, fazer uma faxina, purificar. 
 

Somente conhecendo a si mesmo profundamente é que poderemos trilhar nosso caminho, que é único e intransferível, com mais segurança e autoconfiança.


Tire o peso do mundo das costas! Pare de querer coisas que não estão de acordo com seu temperamento e seu destino, pois estas não poderão lhe fazer feliz!


Não é porque você tem trinta, quarenta anos ou mais, que a vida acabou e que você não deve mais sonhar nem ansiar por coisas novas. Enquanto há vida, há espaço para mudanças e novidades. Esteja aberto para o novo,abra seu coração, fique atento ao que sua alma realmente anseia, rasgue o e seja feliz com quem você realmente é!

Segue o link do meu blog para ver a letra e ver o vídeo da música que inspirou esse texto:
https://www.alamedadasfadas.com/2011/08/mulher-moderna-nem-tao-moderna-assim.html
Texto revisado


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 32


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Alethea Koumrouyan   
Astróloga, taróloga e terapeuta floral. Conheça mais sobre meu trabalho no site: www.decifra-me.com.br
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Almas Gêmeas clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa