auravide auravide

Profetas do Bem e do Mal



Vampiros e profetas, o que eles teriam em comum? Parece que não têm nada a ver, mas a comparação que a princípio pode parecer estranha, se revelará como muito comum na sua vida cotidiana. Tanto Vampiros quanto Profetas são tratados neste texto como uma metáfora sobre alguns personagens corriqueiros que insistem em protagonizar o teatro da vida cotidiana de todos nós. Você certamente já topou, e até conviveu (ou ainda convive), com um profeta e/ou com um vampiro e nem se deu conta; ou quem sabe você é um deles e não saiba!



Aquelas pessoas que o Universo coloca ao nosso lado para que aprendamos algo e que muitas vezes se revelam verdadeiros profetas, influenciando nossas vidas com o poder da palavra. Já falei em outro artigo sobre o poder da palavra e prefiro não ser repetivivo aqui (quem quiser pode ler). Os profetas são pessoas que têm o dom da palavra, o dom de dizer as coisas acompanhadas de sua energia; só que algumas vezes utilizam o lado negro dessa força projetando profecias do medo, da indecisão, do negativismo...



Muitas são traiçoeiras, pessoas que estão (sempre) prontas a nos ouvir, mas que quando dizemos algo que estamos fazendo ou planejando fazer já vêm dizendo: "Isso não vai dar certo!"... ou "É muito difícil que isso dê certo, pois muita gente já faz isso, (sou seu amigo e só estou querendo ajudar e...)". Muito parecidos com os vampiros de que falei em outro texto, os profetas também podem ser vampiros pois sugam nossa energia, se alimentam e se sentem bem por denegrir nossa imagem, nos imputar culpas e criar um ambiente de insegurança para nós.



Claro que existem também os “Profetas do Bem” que, ao contrário dos relatados acima, são pessoas que nos “põem pra cima”, nos incentivam, estão sempre vendo o lado positivo de tudo o que dizemos e contribuem muito para nossa felicidade sem, às vezes, nem perceber. São Profetas do Bem, pessoas que têm o dom da palavra que, como disse acima, dizem as coisas com convicção e com a energia respectiva, projetando, assim, o que disseram em nosso subconsciente simbólico, também em nosso campo áurico. E o mais importante: dá comandos que facilitam a influência da espiritualidade em nossas vidas.



Estes profetas são colocados em nossas vidas para que aprendamos algo, sempre. Os profetas negativos, para sermos mais independentes, senhores de nossas emoções, de nossa vontade e guias de nossa vida. Os “do bem”, para nos auxiliar em nossa caminhada. Por isso é importante que saibamos identificar essas "dinâmicas" em nossos relacionamentos e, ainda, procuremos vencer os "monstros" criados em nosso inconsciente por esses companheiros de jornada. Claro, respeitando-os sempre, pois também esses profetas e vampiros têm uma lição a tirar dessas experiências e este aproveitamento da experiência por parte deles depende do nível de consciência e livre-arbítrio deles mesmos. Eles só poderão viver seus insights por eles mesmos para terem consciência e "apreenderem" a lição que precisam aprender. Respeitar o grau de consciência espiritual de cada ser humano é imprescindível. Revidar, nunca... Se reconhecer um deles ao seu lado, ore muito para ele. Isso é muita coisa!



Se você está passando por uma situação semelhante à que descrevi acima, preste mais atenção em si mesmo. Entre em contato com sua essência, tome consciência dessa situação, reflita, volte-se pra dentro de si e veja o que realmente orienta sua Divindade (Eu).



Quando entramos em contato com nossa divindade pessoal estamos abertos aos desígnios divinos de nossa natureza e mais afinados com a "obra" do Todo. Nossa missão na vida é determinada pelas motivações de nossa essência, o núcleo de nosso Ser. Assim, reconhecendo nossa missão, descobriremos nossos dons e vocações e qual nosso papel nesta vida, e não ficaremos mais à mercê das influências alheias ou de terceiros pois estaremos mais seguros e sintonizados com nosso caminho pessoal.



Sabendo distinguir quais os obstáculos e barreiras sociais (externas) e individuais (internas), as emoções negativas e deixando fluir nossa verdade interior, alcançaremos a paz de espírito e conquistaremos nossas vidas. Sei que é difícil, mas precisamos perseverar; é um trabalho do dia-a-dia, um trabalho de lapidação. E se você percebe do fundo de sua alma que o que eu disse é verdade, então, o sucesso é garantido. Centre-se, aja e não se esqueça do adágio: "olhai e vigiai".





Roberto Gwydion é terapeuta e tarólogo - tarologoweb



Texto revisado por Cris



Publicado dia 20/2/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 8



foto-autor
Autor: Paulo Zonta   
Terapeuta e Coaching
E-mail: paulozontaescritor@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa