Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Será que é amor?

por Sandra Cecília F.de Oliveira
Será que é amor?

Publicado dia 30/10/2012 em Almas Gêmeas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O início de um relacionamento amoroso é uma festa para nossos hormônios. Mistério, sedução e curiosidade. Os consulentes sempre me perguntam durante aconsulta se é amor ou somente química. Percebo sempre a ansiedade nos coraçõesapaixonados. A ansiedade é uma mistura de medo e excitação.
Quando os dois são muito diferentes, no início o encanto é maior. Mariagosta de ficar em casa, mas vibrou quando soube que João gosta de viajar. Podeser que Maria comece a gostar de viajar também. E, João, aprenda a curtir osmomentos mais íntimos com sua amada dentro do lar. Quando o casal possui muitas afinidades e gostos parecidos o relacionamento também promete um futuro auspicioso. Por que, então, mesmo assim, às vezes, não dá certo?
A ansiedade e o excesso de expectativa podemestragar tudo. Quando a pessoa vive no futuro e queima etapas pode ficarfrustrada. Deseja que o rapaz fale logo em namoro ou em compromisso mais sério.E juntos conjugam o verbo “ficar”. E vem a clássica pergunta:

“- Estou ficando com alguém. Será que vai rolar algo mais sério?” Juntocom o frio na barriga vem o medo. O medo de se envolver, se comprometer edepois não dar em nada. Planejar ofuturo a dois pode ser um sinal de que o envolvimento existe e os dois queremse comprometer. Ouvi uma palestra na televisão. O terapeuta falou mais ou menos assim: "É muito fácil conseguir envolvimento físico. Isso você consegue em qualquer lugar, em qualquer momento. Envolvimento emocional e afetivo é mais difícil". No amor, existe o comprometimento e a responsabilidade. Parceria. Companheirismo.
O ideal seria se o envolvimento viessedepois da convivência. E que a paixão também viesse com o tempo. Nas questõesdo coração é difícil prever e controlar a emoção.
Você precisa saber o que deseja da suavida amorosa. E a pessoa amada tem que conhecer suas intenções. Essa questão édelicada.O amor é mágico, porque é espontâneo e livre. Não secobra compromisso. Atualmente, tanto o homemquanto a mulher podem tomar a iniciativa. Você pode arriscar um telefonema, uma mensagem no celular, ou mesmo ume-mail. Desde que a pessoa sinalize que está interessada em você. Se você quer arriscar assim mesmo se prepare para o inevitável. Relacionamentosinterpessoais são uma caixa de surpresas. Controlar a ansiedade e o excesso de imaginação podem ajudar bastante no início de um relacionamento. Ele tem que ser vivido um dia de cadavez. Não pule etapas; amenize a ansiedade. Ansiedade excessiva pode ser medo intenso, insegurança e carência afetiva.O ideal é manter o medo e ainsegurança sob controle. Domine suas emoções.Preste atenção nos sinais do relacionamento. A imaginação prega peças. Transforma uma paixão em amor de conto defadas. Deteriora um grande amor por conta de ciúme infundado.

Confie em você mesmo e na dinâmica da vida. Ela atrai o que você pensa.O que você pensa sobre os homens e as mulheres. Reflita sobre suas atitudes.
Ouça sua voz interior! Às vezes, a pessoa sabe que a lagoa é perigosa, mas mesmo assim, mergulha! Amor é investimento. Algumas pessoas descartam relacionamentos por medo de sofrer ou por escolherem demais. Talvez fruto de uma educação distorcida, de traumas afetivos e falta de autoestima.  
Uma pergunta clássica: 

"É com ele(a) que vou ficar para sempre?" Sempre e nunca são palavras muito fortes que não constam do dicionário amoroso, pelo menos na Terra. 
Na questão amorosa, nem o melhor clarividente terá a resposta. Ele pode orientar ou aconselhar, mas é perigoso determinar o futuro. Quem escreve o futuro é você! Procure serenidade, otimismo e maturidade emocional. E também se dê ao luxo de desfrutar o amor de agora! Seus olhos estão mais brilhantes? A pele cheia de viço? Acorda e vê passarinho verde? Aproveite a vida! Veja o amor como uma dança de salão. Os dois tem que acertar o passo antes de rodar pelo salão. Ninguém entra na sua vida por acaso!
Amar é um aprendizado eterno! Mesmo os amores mais sofridos deixam uma lição de vida. Essa experiência lhe ajudará no futuro. A vida terrena passa muito depressa. O que acontece é que sempre entramos num relacionamento mais para ser amados do que para amar. Estamos engatinhando em matéria de amor. No entanto, jamais estará sozinho. Todo ser humano tem um anjo guardião que o acompanha desde o nascimento. E ele sempre vai lhe aconselhar através de sonhos, insights e até através do sofrimento. Estamos aqui para amar. Errar também faz parte do contexto. Ninguém tem estrela na testa, mas acredite na sua estrela da sorte. E ela sempre dependerá das suas escolhas!

Exercer o livre-arbítrio no amor é uma questão de maturidade psíquica! Viver uma paixão pode ser uma "química de pele", mas amar é "química da alma"!

Texto revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 64

Sobre o Autor: Sandra Cecília F.de Oliveira   
Possui um grupo destinado ao consolo, mensagens psicografadas no Facebook: Psicografias on line. Páginas: RELAX MENTAL, DOCE MAGIA E SANDRA CECÍLIA.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa