auravide auravide

RELACIONAMENTOS



Assisti várias vezes o programa do Dr. Phil, psicólogo norte americano, que tem seu programa na TV Fox Life.

Em tese, ele dá conselhos a casais que têm problemas de relacionamento e o resultado é incrivelmente fantástico, pela maneira como é abordado pelo Dr. Phil que analisa ambos os lados da questão, com muita propriedade.

Todos nós temos problemas de relacionamento e em se tratando de diferenças entre os dois, sempre há conflitos a serem resolvidos, embora sejam negados.

Às vezes, o casal parece harmonioso, aparentemente feliz, mas no âmago de cada um sempre existe algo a ser exposto e resolvido. Muita gente deixa passar a vida sem tentar resolver os problemas e aquele que fica, tem como premio uma consciência carregada.

No meio de tudo isso, existem segredos que as pessoas levam consigo, sem revelá-los.

Acredito que com jeitinho, nós devemos nos revelar um ao outro, para não sobrecarregar aquele que fica, com problemas às vezes como sentimento de culpa que na maioria dos casos não procede. Não devemos ter esses sentimentos, se soubermos como administrá-los.

A vida é um cenário, como se fosse um quadro de pintura, onde o artista pinta com carinho aquilo que inspirado retrata, mas que sempre há alguém que discorde e o critique.

Geralmente são os mais próximos que nos causam as maiores decepções e são eles os que mais causam dores.

Mas tudo isso não é nada de se estranhar porque o relacionamento bom ou mal, é repetidas vezes o mesmo cenário ocorrido em muitas outras vidas.

A gente não se copia, mas os problemas se repetem, sem que percebamos. Basta entendermos que é normal, o comportamento diferenciado de cada um de nós, para perdoarmos inclusive a quem nos ofende.

Tudo que parece harmonioso, às vezes é apenas aparência. Assim sendo podemos ter harmonia sem revelar-se. Com base em que, o que passou, passou!

Nossa consciência deve ser leve, para que ao carregarmos o fardo da vida, não soframos tanto. Sempre digo que, os anos de vida representam as pedras que carregamos em um saco sobre nossas costas. Imagine você carregar 60, 70, 80 ou mais pedras nas costas!

A diferença está no tamanho e peso dessas pedras. Geralmente, as pessoas carregam suas consciências ao longo da vida, pesadas, e ao chegar a determinada idade avançada, já não agüentam mais e desistem.

Mas tudo isso é a vida! Não há como evitá-la, infelizmente.

Vivamos com a consciência leve, se há como relacionarmos bem, para aliviar o peso do outro.

Ayrton.



Publicado dia 3/2/2009
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa