auravide auravide

Voce se ama de verdade?

por Roberto Gwydion

Publicado dia 25/6/2008 em Almas Gêmeas

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Você se ama de verdade?

Auto-estima? Amor próprio? Você sente isso por si mesmo?

O conceito que temos de amor-próprio e auto-estima, ultimamente está muito ligado à cuidar do corpo, irmos à academia, usar roupas que caiam bem, manter-se em forma e cuidar da alimentação, ou seja, cuidar do lado material, (físico) de si, mas antes e mais profundamente que isso, estão nossos desejos, nossa essência psíquica que deve ser cuidada com atenção para que possamos trazer "de dentro pra fora" a tão sonhada felicidade.

Nossas maiores angústias pela falta de amor-próprio são causadas pela não satisfação de nossos desejos mais profundos, o que poderia ser sanado se conseguíssemos viver nossa Autenticidade pessoal. Acontece que muitas defesas e bloqueios nos levam a não entrar em contato com essa nossa essência, nosso real SER. O Autoconhecimento muitas vezes é dificultado, bloqueado por estes mecanismos de nossa psiquê. Por vários motivos pessoais (pois para cada pessoa são diferentes) que nos levam a viver nossa vida fugindo do sofrimento, porém, ao mesmo tempo e contraditoriamente vivemos sofrendo pois não conseguimos "enxergar" as nossas necessidades mais primárias, pois o desejo profundo (inconsciente) nunca é realmente conhecido e decifrado pelo consciente e vivemos buscando fora o que deveriamos buscar dentro...

A saída é aprendermos a sentir, mais do que pensar como prega Osho, "ouvir" não só nosso corpo, mas também nossos sentimentos e aprender a viver mais em sintonia com nossas necessidades íntimas, profundas. Isso é Autoconhecimento.

Preparar-nos através do Autoconhecimento para não cairmos nas "armadilhas da mente", com atenção plena e constante sobre o que acontece "dentro e fora" de nós, para como dizem os orientais: "não sermos pegos de surpresa". Isso pois o que desejamos nem sempre é o que realmente necessitamos, mas todos os nossos desejos são, muitas vezes, disfarçados e encobertos. Isso quando os satisfazemos de alguma forma, pois em outros casos recalcamos e ficamos na angústia, nos sentindo mal sem saber o porquê. Há pessoas que têm um emprego razoável, uma boa família, uma vida sem muitos problemas, mas se sente infeliz, angustiada, sem perspectiva. Aprendemos desde muito cedo a agradar aos outros e que agradar a nós mesmos é "pecado". Pensar em si em primeiro lugar é visto como sinal de egocentrismo. O orgulho é visto como coisa negativa, mas deveria ser sim visto como coisa positiva pois ele tem a ver com a nossa capacidade de manter nossa auto-estima. Orgulhar-se de ser quem se é, com suas virtudes e defeitos e também saber diferenciar o que é "seu" e o que é "do outro" nas relações interpessoais, é outro ponto muito importante para que não vivamos escravo da rotina de agradar aos outros. Imagine se todos se preocupassem em somente agradar aos outros; nem sempre satisfazer ao outro nos traz felicidade. Devemos sim agradar aos outros pois vivemos em sociedade, mas tudo tem um limite e este limite vai determinar nossa capacidade de ser feliz.

Antes e o mais importante de tudo na vida é cuidar de nosso SER, pois assim, estando bem consigo mesmo, poderemos "transbordar" nossa auto-estima e amor-próprio em amor para as outras pessoas. E isso é saudável.

E então, amar o outro, mas aprender a amá-lo como ser imperfeito que é, tendo consciência primeiro de nossas próprias imperfeições; mas para que possamos chegar a isso é necessário aceitar-se e amar-se a si mesmo, conhecer-se profundamente, aceitar os próprios erros e imperfeições e, assim, com clareza e consciência, amar a si e ao semelhante.
 

Roberto Gwydion é terapeuta e tarólogo - tarologoweb

Texto revisado por Cris


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 8

foto-autor
Sobre o Autor: Roberto Gwydion   
Terapeuta transpessoal e psicoterapeuta. Tem sua formação acadêmica em ciências sociais, psicossintese,Regressão de memória, Formação em terapia floral avançada e naturopatia holistica.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa