Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Eclipse quadrando Marte e Vênus abandonando a noite

por Fabrizio Ranzolin
Eclipse quadrando Marte e Vênus abandonando a noite

Publicado dia 5/8/2020 em Astrologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Neste 5 de junho, às 16h12, teremos a Lua cheia atravessando brevemente a escuridão lançada pela sombra da Terra, nada mais literal neste momento, diante da luz da vida mantida pelo Sol, entrando em eclipse penumbral (parcial) aos 15 graus do eixo Gêmeos/ Sagitário tropical.

Esse eclipse é importante, marca a mudança do eixo nodal em 2020, cabeça e cauda do dragão que roda a evolução em escamas metálicas, de cardeal para mutável, de Câncer/Capricórnio desde outubro de 2018 para Gêmeos/Sagitário a partir de 6 de maio passado. Trazendo novos desafios que se apresentam agora no meio desta tempestade.

Reposicionado na referência estelar da nau, este eclipse ocorre em Escorpião/Touro em 21 graus sideral, a necessidade das almas de transformação urgente, de mudanças, não apenas externas, mas verdadeiras e internas, do espírito humano. Desde o coração, que em sua contração imanente dá velocidade aos glóbulos vermelhos que tingem o sangue de todo ser humano, ao tom brilhante do escorrer das lágrimas. Se seu sangue é vermelho e suas lágrimas transparentes, se seu coração bate como o meu e impulsiona oxigênio para a consciência e resquícios da vida que vibram existência da alma, não importa de que continente, de que cor ou raça, ou de que tempo, você é meu irmão.

A dinâmica deste eclipse iniciou-se na lua nova semente de gêmeos em 22 de maio, quando da conjunção Vênus/Mercúrio no mutável de ar, brotando o agitar poderoso dos ares a partir da voz do outro gêmeo. Gêmeos possuem a mesma origem, a mesma mãe, mas separados em corpos para evoluírem. O sentimento do momento atual advém do impulso de voltar para a origem da primeira respiração livre da placenta e do grito de somos um, que, então abafado, culmina nesta lua cheia a explosão do turbilhão atual.

Não existe separação gêmeos, o resto todo menor é ilusão, é vento de tempestade irmão, o cálcio branco de nossos ossos é a fonte do brilho das mesmas estrelas que brilham do nascer até nosso morrer. E a tristeza, mesmo percebida em unidades separadas de nossos corpos, é toda negra, fria e profunda, como a sombra que a lua atravessa em eclipses. Vênus retrógrada em Gêmeos desde 14 de maio, já atravessou dia 3 a brutal luz divina do Sol, abandonando seu papel de brindar de beleza a entrada da noite após o poente. Agora, pouco a pouco, Vênus passa a iniciar seu ciclo estrela da manhã, morning star, Ampo Wie, dos nativos americanos, onde passará a ser visível brevemente apenas antes do Sol nascer. Sentirei muito sua falta nas minhas noites ao sabor do ar de proa, sua beleza doce e abençoada no poente é sagrada minha preciosa Vênus. Mas mesmo que a jornada desta noite adentro seja longa, fria e cortante, estarei aguardando na popa sua visão. O solstício de inverno chegando em breve dia 20, marca a estação mais escura e fria aqui do hemisfério sul.

Este eclipse estará sob um olhar quadrado de Marte, em orbe estreita, no nada razoável peixes, do Júpiter em queda, do tudo ou nada, o iluminado ou o materialista vitimado, o que não é nada bom neste momento da tormenta. A ordem mutável da roda do samsara move se diante do dragão.

Essa quadratura, questões difíceis e desafiadoras, se fecha ao Sol dia 7; dia 8 a Lua, perdendo seu sentido emotivo no detrimento capricórnio, unirá Júpiter a Plutão, o destruidor, serão dias turbulentos pela frente. A maior vela da nau sofreu avarias, e agora, sem sua força de empuxo, a velocidade muda. Vital será manter o rumo, mesmo que mais devagar na escuridão, manter a chama da paz acessa para sobreviver ao caos, e ajudar quem puder sem perder o prumo de seu coração, não importa o que acontecer. Muitos estão sendo arrastados pelo Marte pisciano, como no canto mortal das sereias na Odisseia de Homero. Vamos vibrar juntos na direção que o astrolábio apontou antes do tempo fechar, a difusão da estrela da clareza, da aceitação e da harmonia que nos guia brilhará somente de dentro para fora.

Os regentes do sistema são Júpiter, que segue professor caído ainda em jornada ingrata pelo deserto inóspido capricórnio, e Mercúrio em câncer, que ficará retrógrado em 18 de junho.

Quanto maior for a falta de alma e de afeto, maiores serão os erros, somente para que se possa ter a chance de perdoar e desenvolver o amor mais verdadeiro, o que sobrevive da dor e da morte. Nesse tempo de trovão o valor está não no que se tem, ou se conquistou, mas na capacidade de sentir sem bloqueios e de compartilhar o seu mais precioso sem limites.

Aceitar o errar, entregando-se para o processo de não estabeler comparações gêmeos, e seguir em frente agradecendo a cada momento da viagem, bom ou difícil, será a via de solução diária.

Em tempos em que o professor guru segue em queda temos que desenvolver o músculo da força confiar, puxando a corda do arco com força e com a máxima precisão que pudermos. Mas, depois de soltar a flexa, é confiar, entregar, pois estará então nas mãos do destino...

Bons ventos...

Obs: Morning Star, estrela da manhã, também foi um chefe Cheyenne, que em 1879 lutou para salvar sua tribo. Durante a sua última jornada de fuga pela sobrevivência no meio do inverno, muitos foram massacrados pelas tropas federais, homens, mulheres e crianças, e Morning Star preso. Posteriormente, os poucos sobreviventes juntamente a Morning Star, foram encaminhados para a reserva de Nuvem Vermelha.
Texto Revisado

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 6

Sobre o Autor: Fabrizio Ranzolin   
Fabrizio Ranzolin é astrólogo, escritor e professor em cursos holísticos alternativos. Membro CNA Astrologia do Brasil. Ativista ambiental na preservação da natureza.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Você tem realmente esse tal Livre Arbítrio?
artigo Contrato com a morte
artigo Estesia
artigo A mudança deve ser interna

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa