auravide auravide

Os Efeitos do Covid e a Astrologia



Covid 19, como é mais conhecido e como ficará eternizado na história da humanidade, surgiu  no final de 2019, preponderou por todo 2020 e continua em 2021 a manter suas ações sobre o planeta Terra.

Para analisar esse fato precisamos voltar ao ano 2000 – em maio daquele ano houve um grande encontro de planetas em Touro – Sol, Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno – era a virada do Milênio – o Ser Humano estava no auge do seu poder; a abundância e o progresso material eram visíveis na face da Terra. Consumir, explorar, viajar, extrair da Terra os recursos possíveis para o bem-estar da sociedade era mais do que necessário. Era primordial!
Realizando o grande sonho de Vênus, regente do signo de Touro, todos tínhamos um sonho de consumo. E vivíamos por isso. E o mundo se tornou pequeno para tanta exploração, pequeno em distâncias – você poderia viajar para onde quisesse, e o espaço humano cresceu sobremaneira na superfície. Claro, expulsando os outros seres vivos de comunidades que antes existiam.

Os animais se tornaram objetos de consumo, nunca se pescou tanto, nunca se devastou tantas áreas verdes em função da criação de rebanhos de gado, nunca as aves foram tão deturpadas em suas vidas, sendo só vistas como poedeiras de ovos ou carne viva para consumo.

A visão do Ser Humano com tudo o que o cercava passou a ser utilitária demais.Touro criava a força do mundo material que se expandia e tornava a Terra uma grande propriedade que só aos humanos era um paraíso. Tudo podíamos! Tudo teríamos!

Em 2019, algo surgiu no ar. Alguma coisa acabava com a respiração dos humanos, e eles avassaladoramente não conseguiam manter seu sistema respiratório funcionando. Tudo começou na China, país que nunca teve uma tradição ecológica com seus sistemas de vida, que cresceu economicamente deixando a Natureza em ultimo lugar em seus projetos.

O crescimento material da China foi tão forte nos últimos anos que chegou a competir com os Estado Unidos em questões comerciais e esse impressionante crescimento acabou criando atmosferas artificiais dentro de seu próprio país para controlar a poluição e qualidade do ar terrível que pairava entre eles.

O desgaste do planeta trouxe como conseqüência a má-qualidade do ar, e nessa instabilidade um Vírus se criou – o Corona, que primeiro surgiu lá.

Depois se espalhou por países do mundo todo, em áreas mais industrializadas possíveis. Na Itália, em centros fabris a onda começou e como todos viajávamos e o mundo era nosso quintal, a cada ida e volta ao Velho Continente mais e mais o vírus crescia e se expandia.

Janeiro de 2020 e Março de 2020 - planetas se aglomeraram em Capricórnio – Júpiter Saturno, Plutão e Marte – e nessa posição ficaram quase o ano todo. Capricórnio lida com estruturas, com coisas estabelecidas, e todos esses planetas juntos vieram dar um basta ao crescimento material que Touro havia deixado. Agora tudo parava – não se podia mais viajar, consumir, comprar, explorar...Todos temiam a morte que estava oculta em cada aglomeração, cada grupo, cada atividade.

Capricórnio prima pelo isolamento, pela vida frugal, pela frieza e distância com tudo o que o cerca, e assim tivemos que viver naquele ano. Não haviam festividades para serem celebradas em comum, não havia datas importantes para se comprar presentes e não havia mais a possibilidade de se deslocar. O mundo parou. E na parada lançou-se a criar um antídoto a tudo isso.

O mesmo ímpeto que criou o mundo material de 2000 colocou todos os seus recursos na criação de uma vacina.

2021 começa com essa realidade - algo começa a ser espalhado no mundo todo como esperança de uma volta ao que era antes. Mas não é bem assim – em Janeiro e Fevereiro de 2021 vários planetas em Aquário – Júpiter, Saturno, Sol, Vênus e Mercúrio, indicavam a possibilidade de que a libertação do sofrimento coletivo estava chegando ao fim. Mas é muita gente no mundo! E há pouca vacina ainda para todos – então esperar ainda é a única opção  e ansiedades e angustias crescem com isso. Os cuidados continuam, e a parada é obrigatória como meio de preservação. Assim nem se precisa dizer que a Natureza ganhou espaço e animais que antes eram acuados passaram a ser vistos com mais facilidade em seu próprio ambiente. Bastou tirar o Ser Humano de lá e a vida voltou a florescer no planeta Terra.
Nesse momento nos aproximamos do Ano Novo Astrológico, e o que vemos à nossa volta? Na entrada de Sol em Áries, Vênus em Peixes fará conjunção com o Sol – isso torna o Áries do começo mais compassivo, mais cuidadoso com seu domínio, pois Vênus em Peixes é amorosa e símbolo de emoções mais sublimes e inspiradas entre todos.

Junto a essa conjunção está também Netuno em Peixes, que ficará nessa posição até Março de 2025, quando então passará ao signo de Áries.

O que isso significa?

Peixes é o ultimo signo do Zodíaco e também está ligado a uma visão mais sensível e espiritualizada da vida. Ter a entrada do Sol em Áries com Netuno nessa posição até 2025 mostra que ainda viveremos muita sensibilidade e a espiritualidade como ferramentas para entender o que se passa na face da Terra.

Todo o crescimento material de 2000 se depara agora com um planeta que começa a respirar apesar de nossa presença e nos unirmos à vida será sempre a melhor solução para crescermos de maneira responsável.

O Ano Astrológico de 2021 começa com uma grande conjunção em Peixes – Sol em Áries, Vênus, Mercúrio e Netuno em Peixes – há outra musica no Ar e ela nos diz: somos todos um Só, vivendo aqui e dividirmos irmanamente essa posição nos ajuda a compartilhar a própria vida também.

Que Peixes então nos ligue outra vez à fonte de onde viemos e com mais sensibilidade e respeito possamos dar a todos chances iguais de vida e crescimento aqui na Terra.

Peixes é um signo de reflexão e interiorização, quem sabe não é com esse propósito que o Universo nos coloca frente a dificuldades para encontrar o que queremos, até que valorizemos outros pontos de vista, mais afetivos e menos competitivos? Peixes adoça a Humanidade nesse período e a dor que nos envolve acaba nos fazendo entender a dor do outros também. Isso é saudável quando então passamos a olhar quem está ao nosso lado como companheiro de vida, seja ser humano, animal ou uma arvore também... Isso trará outro progresso, e talvez seja esse progresso que precisamos para ingressar numa era mais Humanista – que Aquário certamente será!  
 
Texto Revisado

Publicado dia 16/3/2021
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 170



foto-autor
Autor: Ana Lucia Vieira Santos   
ASTROTERAPIA https://www.facebook.com/zodiana/
E-mail: analuna@uol.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa