auravide auravide

ALIANÇAS E CONSAGRAÇÃO DA UNIÃO


Facebook   E-mail   Whatsapp

Nos tempos atuais, muitos casais tem optado por apenas "se juntar", morar juntos, sem cerimônia nem qualquer ato de consagração da união e até sem usar alianças no dedo anelar esquerdo, marca formal do compromisso assumido um com o outro.

Na maioria das culturas o casamento é acompanhado de ritual religioso e comemorado com estrondosa festa. O gasto financeiro, muitas vezes, é enorme para quem está começando uma vida nova. Um oficiante, padrinhos e convidados testemunham e ratificam o compromisso dos pares em viver juntos, se amando e respeitando, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, etc e etc, até que a morte os separe.

Cerimônias de casamentos são bonitas e emocionam, mas podem ser simplificadas, sem deixar de ser abençoadas. Afinal, por que casar numa igreja ou templo? Realmente, não existe nada que nos obrigue a isso. Algo alternativo pode ser feito, celebrando com simplicidade; por exemplo, junto à Natureza, sem vestimentas caras ou incrementadas, e até sem testemunhas, oficiantes ou padrinhos; presentes apenas o casal e seus Mestres/Mentores ou protetores espirituais. Uma alegre festa de conexão de cardíacos, elementais dos corpos, "Eus Superiores" e "Divinas Presenças Eu Sou" de ambos. Mas, palavras são necessárias, pois vibram em todos os planos e dimensões. É importante que um manifeste ao outro, explicitamente, em verdade, simplicidade e amor, o que o está motivando à união; que verbalize e declare o seu contrato, selado na troca das alianças. No interior de cada uma, o nome do outro, o mantra pessoal, que seguirá colado à pele do parceiro, protegido e restrito, indicando que onde um estiver o companheiro também estará. De metal nobre, ouro ou platina, como nobre é o sentimento que os uniu e durável, quase indeformável e brilhante como deve ser o relacionamento entre as partes. Circular, sem princípio ou fim, simbolizando a eternidade da união. No dedo anelar esquerdo, fica ligado diretamente ao coração. A aliança é um símbolo, um ícone, e representa o compromisso assumido dentro dos corações e nas almas. As duas alianças, encostadas pela parte externa, formam o símbolo do infinito...

A jornada evolutiva dos seres encarnados exige relacionamentos humanos, em diferentes níveis e quanto mais íntimo, desnudo ou sem máscaras, melhor. Atraímos as pessoas que precisamos para nos ensinarem. Nada é por acaso e os(as) Mestres se apresentam na forma de namorados(as) e companheiros(as). Se relacionar é, entre muitas coisas, espelhar sua alma, seu interior, sombras, defeitos e karmas, no outro, para poder se lapidar, melhorar e crescer como um ser espiritual a habitar o denso veículo físico do corpo humano. A consagração marca e torna sagrada a União, pois o propósito é divino, de crescimento e evolução. Não consagrar banaliza um dos atos mais importantes da vida de um ser humano: o encontro com a divindade, o Deus interior de outra pessoa.

Ivan Maia Fernandes

Texto revisado por Cris

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 53


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Autor: Ivan Maia Fernandes   
Astrologia, Coaching, PNL, Astro Coaching, Mesa Radiônica, Instrumento Radiônico, Astro Radio Coaching, Tarot Alquímico, REIKI, EFT, Cura Reconectiva, Reconexão, Alquimia e Renascimento. Consultório em Curitiba-PR - tel.: (41) 99644-3111 - E-mail: esoteraph@gmail.com
E-mail: esoteraph@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa