auravide auravide

SOLSTÍCIO DE INVERNO - NOITE MAIS LONGA E ESCURA DO ANO


Facebook   E-mail   Whatsapp

Diário de bordo - A noite mais longa e escura do ano

...leituras de proa, do astrolábio, ao crepúsculo...


Estamos a poucas horas da entrada do Sol no signo tropical de Câncer, o início do inverno, ou, Solstício de Inverno, a noite mais longa, fria e escura do ano. O momento exato do Solstício se dará neste dia 20 de Junho, às 19:34h.
Os xamãs dizem que nesta noite devemos estar alertas aos sonhos, que podem ser poderosos e significativos, já que, com tanta pouca luz sobre nosso hemisfério sul, o mergulho no escuro abre as portas do inconsciente. Também bom momento para expor seus cristais aos elementos...
Com a entrada do Sol no signo de Câncer, do elemento água, regido pela lua, a dinâmica muda, e as sintonias astrais no hemisfério sul, se modificam, fluem para um mergulho no interior de nós mesmos. No momento do Solstício de amanhã, a Lua estará brilhando cheia no céu de Capricórnio, e uma grande cruz brilhará no céu, formada por Saturno retrógrado Sagitário quadrando Netuno retrógrado Peixes, este último quadrando Mercúrio Gêmeos; e fechando a cruz com Júpiter Virgem quadrando Mercúrio e Saturno. Com orbe de aspectos aproximados, a grande cruz pode trazer um símbolo para este inverno tão rigoroso.
Temos que nos permitir mergulhar o mais profundamente possível em nossa alma, para nos darmos conta de qual é o nosso real sentido. Jargão antigo, mas atualmente muito válido: qual é a razão pela qual vivemos a vida? Pelo que lutamos tanto, e de quem realmente é a verdade que conduz nossos desejos e caminhos?

Em brisas aquarianas da nova era – que atualmente transita entre uma horripilante barbárie da idade média paralelamente com uma bela fraternidade ilimitada – é de assombrar o poder das ondas das crenças que arrastam multidões em busca dos mesmos ideais vazios de vida, mas que, claro, servem apenas aos interesses de muitos poucos poderosos capitalistas selvagens, que implantam sentidos de vida artificiais nas mentes das pessoas.

Sou apaixonado por muitas coisas em minha vida – pelas enormes figueiras centenárias, imensos campos verdejantes até o horizonte, pelos bugios e beija flores coloridos de mágicas cores metálicas... – mas, com certeza, não por carros; não sou apaixonado por carro, como todo brasileiro... Absurdo espiritual abissal! Que limita o sentido da vida a possuir carros e acumular dinheiro para atrair pessoas belas em harmonia com uma sociedade decadente de espiritualidade.
Somente por aqui, no “novo imposto mundo” ainda se vendem carros, em muitos países europeus quase não se vendem, e estão perdendo em número para as poderosas e simples bicicletas...

Saturno encapsula em brilhos rasantes feixes de luzes que Netuno absorve e transforma em sentimentos reconhecíveis e perceptíveis pela alma. Somente Netuno, permitindo que a alma deixe o corpo, pode desafiar Saturno a libertar forças de sentido que estejam em sintonia com o todo. Existe um sentido maior em salvar rios e árvores, existe um propósito maior para nossas vidas que possuir dinheiro e carros. Mas para encontrar esse sentido temos que mergulhar dentro de nós mesmos e descobrir quem realmente somos na individualidade.

Um sentido verdadeiro preserva e protege os outros seres e elementos. Um sentido verdadeiro alegra a alma de dentro para fora, é profundo e duradouro, e alimentará sua vida de forma tão completa que você não precisará de nada mais que não seja apenas o necessário para viver em paz, plenitude e ser feliz. Netuno Peixes aspectando Saturno Sagitário ilumina a consciência de que não é algo bom que a felicidade e a vida de alguns sejam a custo do sofrimento de muitos inocentes. Quando o planeta pede socorro – aqui no sul do país batemos recordes de tartarugas, pinguins e outros animais doentes e mortos por comer plásticos jogados no mar – seres humanos de luz da nova era sabem escutar e ajudar. Apesar de ilimitados em ação, ainda são limitados em número, mas estão aumentando gradativamente, e, espero que, Saturno em Sagitário quadrando Netuno, ilumine desafie mais consciências para a verdade.

Sua vida é mágica, infinita e repleta de possibilidades que podem presenteá-lo a cada instante. Se não enxerga isso é por que sua visão está ocupada demais em olhar para os outros, em focar para fora, para estereótipos construídos que dizem para você o que traz a felicidade. Apenas você pode descobrir o caminho da felicidade, ele é só seu, único e original, não está em possuir nada ou ninguém, mas está sem ser quem você é e seguir seu caminho com sua alma. Descobrir o seu próprio caminho de sentido, plenitude e felicidade é tão poderosamente simples que a maior parte das pessoas não acredita. Estão muito ocupadas lutando cegamente, desperdiçando energia e dedicando suas vidas a atingir metas que os outros consideram que são boas e levam ao “sucesso de verdade”, para que, quando atingirem seus desejos e metas, esses mesmos outros lhes digam que, finalmente, “chegaram lá”. O caminho para o sucesso no mundo moderno é conquistar seu espaço na sociedade direta e agressivamente, usando qualquer recurso do qual disponha, justo ou injusto, abusando de vantagens que tira do caminho os menos favorecidos ou agraciados pelo sistema. Lutando com o mundo, conquistando espaços - que muitas vezes são de outros seres - buscam seu sentido e seu valor.

Assim, disputando e tirando do mundo e da natureza o que é essencial e necessário, para suprir desejos e vontades superficiais artificiais, se conquista respeito da sociedade, mesmo que a grandes custos humanos e ambientais. Mas quem se importa? O importante é conquistar o que se quer, atingir suas metas a qualquer custo, mesmo que o que mais se deseja seja algo que destrua belos lugares na natureza e tire a subsistência de muitas pessoas simples.

Atualmente mais de 70% das pessoas estão vivendo em meio urbano, quase inexiste o conceito de vida simples no campo, e o sucesso status quo é viver na cidade e “ser doutor”. Mesmo que as grandes cidades esgotem os recursos naturais com suas frivolidades sem fim de consumo desenfreado, de se matar estudando e trabalhando apenas para acumular e gastar dinheiro. Mesmo que, nas grandes cidades, a miséria e a violência sejam cada vez maiores, enquanto poucos vivem com luxos que chegam a ser insanos. Frase de vanguarda: “Puxa vida, depois de tanto trabalho, eu mereço!!”

Nas sociedades antigas, ou digamos, xamânicas, o crescimento seguia em harmonia com o meio ambiente. Um estilo de vida yin, receptivo, onde o mundo e a natureza não são campos de batalha ou elementos para serem conquistados e consumidos conforme bel prazer individual, e sim respeitados e preservados como são, valorizando o que se possui e agradecendo o que se recebe de forma natural sem destruir e explorar. Sabendo que sua vida dependia da natureza, os povos tradicionais extraíam apenas o necessário para sobreviver, de forma ritualística, respeitando o meio ambiente de forma sagrada e espiritual. Usavam os recursos apenas para o essencial e não se explodiam montanhas e destruíam rios – como na atual maior tragédia ecológica do Brasil - para fabricar e vender objetos que, em pouco tempo, não possuem mais utilidade e vão parar nos aterros e nos oceanos.
Por isso o melhor mesmo é se matar trabalhando para andar sempre com o carro do ano, ter o celular de última geração, e uma roupa legal. Afinal, você não vai querer que todos pensem que você é pobre e fora de moda, não é?

A consciência do Todo, a noção clara de que uma vida afeta todas as outras em cadeia, é um conceito importante da nova era. Cada ação desencadeia uma reação. Cada pensamento que gera cada ato em nossa vida gera consequências. Para se ganhar algo, deve-se primeiramente dar, e abrir mão de alguma coisa também. Quer ser feliz de verdade? Primeiro dê algo de valor ao mundo, ao invés de apenas querer receber, busque seu sentido individual, abra mão do que você não necessita, abra-se para as infinitas possibilidades e novas formas de ver o mundo. Aquário é o todo, o coletivo, mas também é o individual que se expressa e move o todo. Se você quer um meio ambiente mais saudável, deixe de ter atitudes que contribuam para o aquecimento global.

A Amazônia está sendo destruída, que pena, mas você não pode abrir mão do churrasco com os amigos com muita carne e cerveja. Mesmo que, para manter o atual consumo absurdo de carne bovina, seja necessário desmatar a Amazônia, para alegria dos multimilionários pecuaristas que andam de jatinho, e mesmo que, para se fabricar um litro de cerveja, sejam necessários 100 litros de água mineral extraída de graça dos lençóis freáticos (isenção de 30 anos para as fábricas...) para a felicidade e “sucesso de verdade” dos proprietários das fábricas de cerveja.

E, o pior é que, mesmo com o churrasco com os amigos e carro do ano, se estivesse tudo ótimo, 80% dos atualmente empregados no Brasil não se declarariam infelizes no trabalho. E talvez os índices de suicídio nos países mais ricos não seriam tão esmagadoramente maiores do se comparados com os mais pobres. Então, acho que é importante que no tempo atual, no ingresso do Sol em Câncer, deixemos de olhar para o lado, e nos voltemos para dentro. Para o que é fundamental e humano. Para a essência de nossa vida, pois é lá que está o sentido e a felicidade.

Para mim, riqueza verdadeira não é o quanto ou o que se tem, mas sim, o valor que se dá ao que já se tem. Quanto mais tempo uma pessoa tem para fazer o que realmente gosta mais rica ela é. Riqueza verdadeira é ter tempo para ser feliz e fazer o que se gosta sem se importar com o que os outros pensam. É priorizar o humano em nossa vida, é valorizar o que permanecerá sempre conosco, e não o que é momentâneo. Você nunca vai se esquecer dos momentos preciosos que passou com alguém que ama muito, mas vai esquecer do que estava fazendo quando não pode estar com essa pessoa. Também não vai esquecer-se do sentimento de ter decepcionado alguém importante por uma reunião no trabalho, mas vai esquecer do que se tratava a reunião.

Muitas vezes o caminho da alma será algo diferente, mas será verdadeiro e muito real. Muitas vezes o caminho poderá ser difícil e incerto, mas estranhamente, e exatamente por isso, repleto de novas aventuras enriquecedoras, e absurdamente, muito livre e feliz. Não consigo ver uma forma feliz de vida que não traga a possibilidade fundamental de ser livre, para viver a vida não como uma imposição de atividades sem sentido, mas para ter a oportunidade de viver algo novo e inesperado a cada momento.

São as aventuras espirituais, onde podemos encontrar outras realidades, novas pessoas, e qualidades e valores interiores inesperados, que surgem quando vivemos um caminho aberto para as novas e infinitas possibilidades. Ou, simplesmente, abrir-se para a vida. Tem muito a ver com Câncer, para se atingir o interior, ou “a carne tenra rica e macia” do caranguejo, primeiro tem que se quebrar a casca (sou 100% vegetariano, é apenas uma metáfora...).

Ainda não conheci uma forma de riqueza espiritual verdadeira que não traga “algo complicado” para uma “vida normal”. São os ousados da vida, que ganham quando perdem, pois abriram mão de algo sem sentido em prol da liberdade de viver os caminhos da alma. São os corajosos que lutam contra o sistema que oprime e tolhe a liberdade de novas e diferentes escolhas.

Os que encontraram o sentido e a felicidade verdadeira de suas vidas são as grandes pessoas que a maioria chama de loucos, e muitas vezes, de trouxas, mas que são as sementes que poderão realmente mudar o mundo, pois seguem sua alma, construindo castelos de felicidade e ajudando muitos outros a encontrarem seus caminhos também. São os desbravadores que se lançam pelo mar adentro, e, além do horizonte, encontram novos mundos. São os empreendedores da verdade, que descobrem novos caminhos e tendências, que fazem a sociedade se dar conta de seus absurdos, abrindo novas avenidas, liderando os abertos de coração. E ensinando cada pessoa que encontrou a alma, a construir seu próprio castelo de sentido e felicidade. Quando o discípulo está pronto, do nada, o mestre aparece...

Mapa astrológico do momento do Solstício em facebook.com/fabrizio.ranzolin

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Fabrizio Ranzolin   
Fabrizio Ranzolin é astrólogo, escritor e professor em cursos holísticos alternativos. Membro CNA Astrologia do Brasil. Ativista ambiental na preservação da natureza.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Astrologia clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa