auravide auravide

Nossos espelhos mais claros: a família


Facebook   E-mail   Whatsapp

O relacionamento com os nossos pais e irmãos durante a infância, muitas vezes, governa nosso comportamento com os outros durante a vida. Temos a tendência de nos sentir mais próximos a um dos nossos pais, ou competir com um dos irmãos, formando então, nossa identidade em torno dessa dinâmica.
Depois, quando viramos adultos, culpamos os pais ou irmãos pela nossa insatisfação, acusando-os pela nossa infância infeliz e impedindo a nossa capacidade de aproveitar a vida. Mas se assumirmos a responsabilidade por nosso crescimento interior podemos chegar a perdoá-los. Esse é o verdadeiro perdão, que não vem de um sentimento de superioridade espiritual, de perdoar o outro "pecador", mas da constatação de que não há nada a perdoar.
Realmente perdoar é parar de culpar os outros, assumir a responsabilidade por nossas próprias vidas. Isso acontece naturalmente quando encontramos a aceitação própria, pois vamos descobrindo o amor interior e isso vai embrulhando todos os nossos relacionamentos.

O porquê de tantos dramas familiares

O mais importante para manter saudáveis as relações familiares é a transparência. Nunca deixa de me surpreender quantas famílias guardam rancores e desacordos por décadas. Como pode ser que as pessoas mais próximas de nós, muitas vezes são aquelas que menos suportamos? O motivo é simples: viver tão de perto pode causar conflitos e divergências que surgem naturalmente, e se não sabemos como lidar eficazmente e resolver com reciprocidade, compaixão e honestidade, cria-se ressentimento, discórdia e separação.

A maioria dos conflitos dramáticos das grandes obras literárias da humanidade são construídos em torno de mal-entendidos e mentiras. E, embora cresçamos sabendo das consequências do pastorzinho que gritava: "Lá vem o lobo" e embora todos sabemos que o nariz do Pinóquio crescia por causa das mentiras, mesmo assim escondemos sentimentos de nossos familiares.

Ocultando a verdade dá para evitar o conflito momentâneo, mas no lugar, vamos acumulando um ressentimento sem fim e uma dor sufocante, muito mais prejudicial do que fogos de artifício passageiros numa revelação tempestuosa. Embora tenhamos visto as consequências deste comportamento inúmeras vezes, continuamos a esconder a verdade, em vez de ser transparentes com o que realmente está acontecendo.

Esqueça o drama familiar. Encontremos a paz que surge da conexão honesta com nossos seres queridos e deleitemos juntos com a vida, e observemos como as relações que uma vez foram forçadas, podem evoluir num compartilhar leve e gostoso sustenido de verdade.

*Tire umas férias do ser, participe com Isha dos retiros especiais de uma semana no Centro Internacional para a Paz no Uruguai clicando aqui

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Isha Judd   
Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções. Site oficial www.ishajudd.com
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa