auravide auravide

Estafa na pandemia: como lidar?



Estamos exaustos. Todos. Sem exceções. Óbvio que os profissionais de saúde de linha de frente ainda mais. Os profissionais de saúde “segunda linha” e todas as pessoas que se mantiveram trabalhando e até aumentaram o ritmo de trabalho. Sou terapeuta, e minha demanda nunca foi tão grande. Eu também estou cansada.

E este é o momento mais difícil que vai separar os meninos dos homens. A realidade é que a humanidade já passou por coisas assim, mas dessa vez o volume de pessoas envolvido é imenso. Global. No Brasil os números são assustadores – não recomendo ficar olhando o gráfico o tempo todo – e as reportagens tentam alertar a população. Obrigada TV, já estamos assustados o suficiente, obrigada.

E mesmo no meio do deserto – com frio e fome – precisamos seguir em frente. Mas esse seguir é diferente, precisa ser mais leve.

Foi legal aproveitar o primeiro ano de pandemia para fazer cursos ou planejar a vida. Mas se isso já lhe cansou, não se obrigue a fazer novamente. Se não fez isso da primeira vez, faça agora. Mas escolha coisas – de preferência uma ou duas – que façam sentido para você. O excesso de informação também cansa demais.

Evite passar muitas horas online ou fazendo sempre a mesma coisa. Se costuma arrumar a casa, pare um pouco e leia um livro. Vá alternando as atividades como puder – varrer a casa e olhar o celular e depois inverter. Isso faz com que tenhamos um ritmo e faz nosso cérebro se sentir mais vivo.

Mexa-se. Vá até o mercado, dê uma volta no quarteirão. Faça ao menos uma atividade que envolva se mexer – e sim, cuidar de crianças e arrumar a casa está valendo. Mexa o corpo e produza os hormônios do prazer. Eles estão sendo necessários agora.

Deixe tempo para não fazer nada. Deite-se na rede ou no sofá. Assista uma bobagem na TV. Tenha tempo para rir. A energia da alegria nos ajuda a manter a vibração alta. Quando estamos alegres, ou rindo, não temos tempo para pensar em desgraça.

Não é hora de nada que nos exija a chamada “força de vontade”. Dietas restritivas, parar de fumar ou começar o crossfit pode não ser uma boa ideia. Ao invés disso apenas diminua ou doces, o cigarro ou faça uma caminhada leve. Vamos devagar, ok?

Conecte-se com Deus, o Universo ou o que você acreditar. Peça ajuda e proteção das forças superiores, ore, isso é comprovadamente eficaz. Se estiver se sentindo realmente mal e deprimido, procure ajuda. Um terapeuta ou um psiquiatra pode ser bastante recomendados nesses casos e... principalmente...

Não desista! Não desista de você ou dos seus sonhos. Não desista de ver o mundo curado. Não se entregue à falta de cuidados achando que é melhor “acabar logo com isso”. Se existe um capeta, era essa a ideia que ele colocaria na sua cabeça.

Vai passar. Está passando enquanto você lê esse artigo. Apenas acredite.

Texto Revisado
 
 

Publicado dia 23/3/2021
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 56



foto-autor
Autor: Andrea Pavlo   
Psicoterapeuta, taróloga e numeróloga, comecei minhas explorações sobre espiritualidade e autoconhecimento aos 11 anos. Estudei psicologia, publicidade, artes, coaching e várias outras áreas que passam pelo desenvolvimento humano, usando várias técnicas para ajudar as mulheres a se amarem e alcançarem uma vida de deusa.
E-mail: contato@andreapavlo.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa