auravide auravide

Estar com alguém incondicionalmente



Precisar de outra pessoa é o caminho para o sofrimento. Talvez no começo nós sentimos que ter um parceiro é o suficiente para nos sentirmos satisfeitos, mas depois começamos a querer que "ele" ou "ela" mude, e que atendam as nossas expectativas. Ou o contrário: temos tanto medo de ser abandonados que, fazendo o impossível para que isso não aconteça, tentamos ser como pensamos "ele" ou "ela" quer que sejamos. A questão é: se uma pessoa tem que se modificar para agradar a outra, ela está se abandonando. Portanto, um relacionamento baseado na necessidade do outro implica em autoabandono e é, por natureza, condicional.

Quais são as feridas profundas que podem ser refletidas num relacionamento de amor condicional? As expectativas não correspondidas; não se sentir bem o suficiente; estar separado de si mesmo; não se comprometer consigo mesmo.  É importante observar e curar essas questões.  Acontece que, na verdade, não importa o que for acontecendo no relacionamento em si, pois esses aspectos estão em você mesmo. Se sempre procurarmos preencher um vácuo interno com alguma coisa externa, o resultado será sempre o mesmo: um espelho que nos mostra esse vácuo, esperando em vão alguém nos completar... Somos nós que temos que nos completar. 

O amor verdadeiro é incondicional. Quando começamos a experimentar a satisfação interior, uma das mudanças mais significativas é a perda da necessidade de outra pessoa nos completar. O amor incondicional abraça sem necessidades ou expectativas. Esta é a atitude mais saudável com a qual podemos nos aproximar de um relacionamento amoroso e, de fato, da vida no geral. Quando nos apegamos aos nossos prazeres, acabamos por sufocá-los.

A única maneira de realmente alcançar esse amor desapegado é encontrando nossa própria satisfação interior. Até então nosso bem estar estará inexoravelmente ligado ao comportamento do nosso parceiro e condicionado pela necessidade de sua devoção por nós.

Com a transformação interior, aquela ideia da "meia laranja" desaparece. Isso não significa que nos tornaremos amargurados e cínicos, mas exatamente o oposto: alcançaremos em nós mesmos a plenitude.

Sem as expectativas de sermos salvos por outro, estaremos abertos a compartilhar essa plenitude recém-descoberta com todo nosso entorno, livres do medo da perda. Esse amor é mais feliz, ele é alegre. E como não depende de outro, nos acompanha em todos os lugares, e em todos os nossos relacionamentos, nos tornamos mais livres e transparentes. Paramos de impor condições rígidas.

Compromisso em um relacionamento é uma coisa maravilhosa, desde que venha da alegria de dar e da disposição de encarar os bons e os maus momentos juntos.

Veja mais informações no Facebook: Sistema Isha Judd

Encontre o filme da Isha Judd “Por que caminhar se você pode voar”  online. 

Fale com a gente pelo Whatsapp! (+598) 94 197 245 

Texto Revisado

Publicado dia 27/4/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstar Avaliação: 3 | Votos: 245



foto-autor
Autor: Isha Judd   
Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções. Site oficial www.ishajudd.com
E-mail: brasil@isha.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa