auravide auravide

O que uma crise afetiva pode mostrar para você?

por Adriana Mantana

Publicado dia 30/9/2020 em Autoajuda

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Nas crises notamos quem ama de verdade ou não. Afinal quando o mar está tranquilo todo capitão é excelente, no entanto quando as águas se tornam turbulentas é necessário, uma dose de mestria, amor e parceria, para evitar que o barco naufrague.

O relacionamento afetivo é como o mar, hora tranquilo, hora com ondas turbulentas. Quem sabe lidar melhor consigo mesmo, lida melhor com o outro e consequentemente a relação tende a frutificar e ficar ainda melhor do que era antes.

O fato é que a inteligência emocional não é ensinada na infância, consequentemente quando o ser humano fica adulto, projeta em seus relacionamentos a figura mal resolvida da mãe ou do pai.

Em alguns casos existe uma projeção dos dois.

A primeira relação e os primeiros arquétipos* que vivenciamos são da figura materna (o primeiro e o fundamental) e o segundo que é do pai.

Se houver algum tipo de desconforto ou trauma, a crise afetiva inicia ainda na infância, pois a maioria dos lares hoje apresenta algum tipo de disfunção.

Antes de falar o que uma crise afetiva pode mostrar para você, gostaria de informar que o meu intuito aqui é contribuir com você de alguma forma, para que haja algum tipo de reflexão sobre o tema. Pois a reflexão e o enfretamento do problema são os primeiros passos para a cura/solução.

Peço que não leve nada para o lado pessoal por favor, quanto mais abaixar suas barreiras de defesa psíquica, mais eu poderei contribuir com você e o seu processo.

A crise afetiva mostra exatamente onde estão as lacunas, traumas e bloqueios que ambos possuem. Muitas vezes a solução não vem se não houver alguma intervenção externa, pois são duas pessoas feridas e traumatizadas que lutam para resolver algo que não conseguem ver e muito menos elaborar.

Como resolver alguma questão afetiva, se o que existe dentro do coração são mágoas e ressentimentos acumulados na infância e na adolescência?

Como lidar com o outro com amor, se existem profundas cicatrizes inclusive deste relacionamento?

São perguntas para você refletir.

Isto é o mesmo que tentar salvar alguém do afogamento sem saber nadar.

A sua relação mostra exatamente quais são os pontos para serem trabalhados rumo a uma cura afetiva.

O parceiro pode te mostrar suas feridas mais antigas e dolorosas com uma simples fala, ou até mesmo uma pergunta.

Em alguns casos o parceiro pode fazer a sua raiva vir à tona, através de um comportamento que ele tenha.

Saiba que uma pessoa irada é uma pessoa ferida, ou seja, trata-se de um mecanismo de defesa inconsciente. A raiva é uma frequência de ação (lutar ou fugir) presente em todos os animais. O ser humano também tem uma parte no cérebro totalmente instintiva e animalesca.

A pessoa pode até te amar, mas está tão ferida que não consegue agir de outra forma, que não seja com raiva, ignorância, mágoa, tristeza e indiferença.

Atendo casos em que o amor ainda existe, mais a falta de habilidade, de um saber como lidar com o outro, acaba levando a conclusões que é preciso romper a relação. Pois a relação se tornou sinônimo de dor e tristeza, uma verdadeira guerra dentro de casa.

A boa notícia que eu tenho para você é que existe a reversão desta situação. Quando estas feridas são reconhecidas, elaboradas e integradas. Ao fazer isto a relação se torna mais leve, pois as feridas passaram por uma cauterização emocional.

Geralmente atendo casais em situação de profunda dor, em outros casos atendo um dos parceiros, pois a resistência do companheiro é alta. O que costumo dizer quando a situação é esta é a seguinte: “Olhe para você e cure-se por dentro. Quando você aprende como lidar com você o outro acaba entrando na mesma frequência, muda e em algumas situações adere ao tratamento. E a relação prospera”.

Se existe amor vale a pena, acredite.

Na minha percepção a área que mais mostra sobre nós, sem dúvida alguma é a área afetiva. Justamente por ela impactar de forma tão profunda nossa inteligência emocional. Ela diz muito sobre quem realmente somos, nossas feridas e nos direciona para um propósito maior de vida.

O verdadeiro crescimento e maturidade de nossa psique se dá quando estamos em contato com o outro, com aceitação, respeito, amor e confiança. E com a proximidade na vida de casal, crescemos muito.

Só assim existe a possibilidade de uma vida significativa a dois, com paz e felicidade.

Se este ciclo não é observado, infelizmente o que se vivencia é drama, trauma, bloqueio, choro, dor e fracasso afetivo.

Tenho uma meditação no meu canal do YouTube de Meditação e Centramento, acredito que vai contribuir para você se centrar e iniciar o seu processo de reequilíbrio emocional CLIQUE AQUI para acessar. Aproveite e se inscreva no canal vou adorar te ver por lá também.

Eu fiz um treinamento com exercícios terapêuticos que aplico nas sessões de atendimento. São 8 vídeo-aulas o tema do treinamento é Cure a sua vida afetiva. Fiz este treinamento gravado, como forma de contribuir com as pessoas que estão vivenciando um processo afetivo doloroso. Caso queira adquirir CLIQUE AQUI

Agora se você deseja ver a possibilidade de agendar uma sessão de terapia comigo, para tratar a sua situação atual CLIQUE AQUI atendo individualmente ou na Terapia de Casal.

*Arquétipos: Carl Gustav Jung

Cuide-se com amor!

Grande abraço.

Instagram CLIQUE AQUI

Adriana Mantana


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1

foto-autor
Sobre o Autor: Adriana Mantana   
Bióloga, Terapeuta Integral, Consteladora, Renascedora, Terapeuta ThetaHealer®, Terapeuta de Barras de Access™, Floral de Bach, Radiestesista, Operadora de Mesa Quântica Radiônica, Cromoterapia, PNL, Mestre em Reiki Usui, Hooponopono, Cristaloterapeuta, Giver Deeksha, Terapeuta de Integração Quântica do Ser® e Ativista Quântica. CRTH 4103
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa