auravide auravide

Os apegos nos fazem sofrer


Facebook   E-mail   Whatsapp

Tudo é perfeito em cada momento, sempre. E sempre haverá dualidade, mas o que importa é como você responde à dualidade. Se você se ancora na consciência, não pode sofrer, é impossível.

O sofrimento

Nosso sofrimento vem do programa que criamos, no nosso intelecto: julgando, comparando, analisando:

“Por que tenho que passar por isso?”

Porque você está experimentando a dualidade, é por isso! Se você não se deixar enganchar pelas dúvidas do intelecto, não vai se sentir enredado pelas diversas situações da vida, elas não farão com que você se afunde em sofrimento. Se, em vez de andar por aí tentando mudar tudo, você regressar à inocência, vai experimentar a perfeição.

A inocência abraça tudo com alegria

Não tem expectativas ou ideias de como as coisas têm que ser. Vou dar um exemplo: imagine que uma família vai passar o dia na praia. No caminho, enormes nuvens de chuva surgem no horizonte. Quando chegam à praia, está chovendo fortemente e o mar está agitado, com ondas arrebentando fortemente na praia.

As crianças se importam? Não, claro que não. Elas amam a praia de qualquer maneira, não sentam por aí pensando: “Se o dia estivesse ensolarado, eu estaria me divertindo”. Elas correm na chuva e ainda assim se divertem. Elas não se importam porque não têm uma ideia de como as coisas deveriam ser.

À medida que vamos crescendo, vamos perdendo essa inocência. Passamos a colecionar pequenas caixas e que etiquetamos como boas ou más. Mas não há nada mau, só diferente. Quando você se ancora na consciência, tem a capacidade de ver isso. A consciência é quem verdadeiramente você é.

Ser cem por cento você transformará sua vida num paraíso.

Aproveite sua vida

Finalmente, você pode desfrutar da dualidade em vez de julgá-la. A dualidade é genial! Ela é a paisagem da vida. Seria terrivelmente chato se tudo fosse sempre igual. Mas na idade adulta nos tornamos viciados em sofrimento. Quando tudo está bem, encontramos um jeito estragar tudo.

“Tudo vai bem. Mas até quando?”

Criamos drama para poder sofrer, é um hábito. A verdade é que amamos sofrer. Esse é o apego humano mais difícil de deixar. Mas quando elevamos nossa consciência, isso começa a mudar. É necessário estar muito em contato consigo mesmo para perceber os apegos, para se sentir mais completo.

O que nos faz sofrer

Os apegos nos fazem sofrer muito. Uma de nossas maiores limitações é o apego à opinião alheia. Parece difícil ser real e falarmos nossa verdade, pois vivemos constantemente com medo de perder aprovação.

Somos honestos com nós mesmos?

O intelecto é muito bom em justificar nosso auto-abandono. Mentimos o tempo todo, sempre colocando máscaras. O ridículo é que todo mundo pode ver através dessas máscaras, pois todos jogam os mesmos jogos!

 O amor sem apego
é a forma mais grandiosa de amor.
 É amor puro.
Dá. Não toma.
  E não há sofrimento.
Isso começa em você, sempre por você.
Foque no amor.
 
Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 532


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Isha Judd   
Isha é mestra espiritual reconhecida internacionalmente como embaixadora da paz. Criou um Sistema para a expansão da consciência que permite a auto-cura do corpo, da mente e das emoções. Site oficial www.ishajudd.com
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoajuda clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa