Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento



Os furacões da nossa vida e nosso processo de mudança  
Home > Autoconhecimento
Os furacões da nossa vida e nosso processo de mudança

por Andrea Pavlovitsch

Compartilhe
   


Eu confesso que fico meio horrorizada quando vejo coisas como o grande furacão Irma, que está a poucas horas de devastar cidades dos EUA. Escrevo este artigo na noite anterior à previsão de chegada dele a Orlando, onde muitas pessoas simplesmente precisaram abandonar tudo para salvarem a si e às famílias. E não tem mimimi, não tem culpa de ninguém, a coisa simplesmente acontece.
Imagino o dia seguinte. As pessoas voltando para suas casas. Casas montadas com o melhor que elas poderiam querer. Itens comprados, garimpados. Quartos limpos e arrumados, levados por ventos insanos e uma chuva torrencial. Isso para falar só das perdas materiais, o “menos mal”.

Um furacão, assim como outros fenômenos da natureza, são metáforas perfeitas do que é o movimento de mudança na nossa vida. Não é algo planejado, é algo que simplesmente acontece. A mudança supostamente planejada é realizada só do lado de fora da gente, quando tudo dentro mudou. Quando não aguentamos mais resistir a ela.
O que nos faz sofrer na mudança não é só o medo do desconhecido. O que mais nos faz sofrer é a resistência. É viver na zona de conforto (desconfortável, mas conhecido). E não, você não escolhe nada, cara pálida. Ela simplesmente acontece.
São como furacões na nossa vida. Algo externo ou interno muda repentinamente nos puxando para novos desafios. Esse é o ciclo da vida. É isso que ela faz com a gente. O velho ditado diz que “não nadamos duas vezes no mesmo rio”, porque o rio não é o mesmo e você também. Então mesmo que queira se manter o mesmo, ainda tem o rio que está diferente e que não depende em nada da sua vontade.
O problema é estamos menos submetidos à nossa vontade do que gostaríamos. Gostaríamos de mudar, um dia, quem sabe, não hoje. Essa resistência é tão profunda que nos adoece, muitas vezes. Recebi um e-mail de uma leitora em Angola que não se conforma que o filho dela, de 30 anos, casou-se e foi embora de casa. Ela está deprimida com isso, não está aceitando a mudança natural da vida dela e da vida do filho. Não está aceitando que está mais velha, que está num processo de envelhecimento e que o filho tem o direito de formar a própria família. O sofrimento dela é só esse.
Pessoas que querem ficar no sofrimento -e não mudam- estão no caminho certo. Porque não mudar vai significar exatamente isso: sofrimento. Imagine uma pessoa que, apegada à sua casa, prefere não sair de Orlando hoje. O furacão pode levar sua casa e sua vida, pode causar um sofrimento muito maior do que deixar seus pertences para trás, mas é uma escolha. A escolha não é se vamos ou não mudar, mas se vamos fazer isso da forma boa ou da forma ruim. Pelo amor ou pela dor, como dizem.

Se a mudança é inevitável, aproveite-a (parafraseando um velho prefeito de São Paulo). Aproveite para refletir e para fazer da sua vida algo melhor, de verdade. Não existe mudança para o mal, para o pior. Até aquelas que parecem ruins, no final, têm um objetivo nobre. Basta que nós possamos realmente nos tocar disso e seguir em frente.

Texto Revisado


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   

Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação:
Os furacões da nossa vida e nosso processo de mudança
5 1


Autor: Andrea Pavlovitsch   
Terapeuta porque adora ajudar as pessoa a se entenderem. Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte. Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele. Para mais informações: www.facebook.com/andreapavlo www.andreapavlovitsch.com 
E-mail: contato@andreapavlovitsch.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 09/09/2017

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




Energias para Hoje
segunda-feira, 23 de julho de 2018


energia
I-Ching: 34 – TA CHUANG – O PODER DO GRANDE
O momento é favorável para tomar atitudes, mas você deve saber usar corretamente o poder de que dispõe. A verdadeira força é a que nunca se afasta do caminho da justiça.


energia
Runas: Perdhro
Ganhos inesperados, revelações agradáveis.


23
Numerologia: Expansão
Bom dia para vendas, propaganda e promoção em qualquer área. Você pode fazer sua própria sorte hoje, permita-se a ousadia e busque vantagens para sua vida. Canalize sabiamente essa energia e atue de modo decisivo.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Se você não se posiciona, não adianta reclamar da inconveniência do outro!
2. Enfrente seus medos
3. Como é um relacionamento ideal para você?
4. Quem são os abusadores emocionais perversos e como agem?
5. Aceite seus sentimentos
6. Falando de chacras e iniciações espirituais
7. Por que Você é assim?
8. Por que há espíritos negativos?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade